sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

xux

Todos os dias passo aqui. Inicio sessão e escolho "nova mensagem" [o que eu gostava de aprender a escrever]. Fico aqui a pensar que vou escrever sobre a viagem (correu bem, nada de novo aqui). Devia escrever sobre o aniversário da pi, também, mas parece que este estado de ausência substituiu a capacidade de revelar essas coisas por dá cá aquela palha como no antigamente. Que este é um blog cheio de panisguice, já sabeis, mas nem isso sai agora. Podia escrever do meu orgulho na sis (também não era a primeira vez) ou do meu orgulho, mesmo, pela minha casa (a MINHA casa!). Ou então dos sítios novos, das novidades a sério. Das pessoas a sério. Ou da situação no Egipto e a minha ignorância sobre o assunto (claro que podia cultivar-me um pouco lendo um jornal, mas preferi vir para aqui ler coisos na net). Ficariam a saber que afinal prometiam uma volta de 180º, mas deu em 360º e está tudo mais ou menos, aproximadamente, assim de repente, na mesma! no regresso ao hemisfério sul (mudam-se os tempos, ficam-se as vontades), aquilo que não se vendia antes continua a não se vender, a sis ia prescrever mas afinal já não vai, ia mudar de casa (aqui deste lado) mas afinal já não vou, comprei uma casa (a MINHA casa!) e ainda não pedi isenção de IMI. Fugi mais uma vez e há pessoas que não vi. Não tive tempo de cortar o cabelo e tenho um aspecto desgrenhado, mas descobri aquele que se diz ser o melhor cabeleireiro de Luanda. Mas já fiz a manicure (yay me!). E comprei uma máquina de alisar os munelhos de cavelo (sei que este é antigo, mas acho que não lhe demos o crédito merecido) e ainda não a experimentei. E o meu cartão Yorn ressuscitou!!!!!!! [mas do que eu gostava mesmo era saber escrever].

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

publicidade compulsiva

de todas as coisas que se prendem aos tacões dos sapatos de uma mulher (em sabendo que no top da lista estão o papel higiénico e as chiclets) nunca, nem no dia mais inspirado da minha vida, imaginaria que esta pudesse ser uma delas...