segunda-feira, 28 de junho de 2010

há quem diga que é da idade

Aqui estamos! cheias de dúvidas existenciais!
Há pouco, na verdade, que nos deixe satisfeitas. E nestes momentos, quase acreditamos que o melhor era saber menos, porque a acomodação é um reflexo da ignorância. Enchemo-nos das balelas do costume, que o sucesso é um resultado inevitável da perseverança, e se não desistirmos lá chegaremos! (somos lá gente que desiste!) Mas quando paramos e olhamos com atenção, a verdade é que vivemos uma "vida estúpida, que não leva a lado nenhum".
Esquecemos a vida e perseguimos sonhos que não nos pertencem, em nome sei lá de quê.
E há dias em que acordamos e não é nada disto que queríamos.
Podemos mandar p´ra trás? Não foi isto que pedimos!
Por esta altura já devíamos estar naquela fase da vida que imaginámos concreta ou vagamente... e o que faríamos parecia tão mais interessante há 10 anos atrás!
Não sei o que quero fazer! Nunca sei a resposta ao lugar-comum da entrevista de emprego - "então como se imagina daqui a 5 anos?". Nem daqui a 2, sei lá daqui a 5! Fico sempre indecisa entre uma resposta à medida ou uma resposta honesta. Não sei!
Há só uma coisa que eu sei: o que não quero fazer. E isso há-de valer alguma coisa.

2 comentários:

João Barradas disse...

Andas a precisar de beber 1 Gin Tónico... =P

moça disse...

=D barradinhax, barradinhaxxx.... sempre soube que podia contar com a tua sabedoria!!!! ;)*