terça-feira, 30 de março de 2010

ai que precisamos de férias! oh, se precisamos!

c&m: a que horas vão na 5ª?
moça: nom nou
pilipili: mi nidar

domingo, 28 de março de 2010

this is not a good day

segunda-feira, 22 de março de 2010

a nossa carroça já vai na china

e os bois ainda não sairam do curral!
Se podíamos deixar de fazer filmes? Podíamos! Mas seria exactamente a mesma coisa - arranjávamos outra forma qualquer de meter nojo....
Admite, cartoon, a tua vida não teria metade da piada sem nós!

[E isto somos nós em baixo de forma, descrentes e desconfiadas (de intenções, interesses e até amizades!) borboletas pa vocês!]

sexta-feira, 19 de março de 2010

cheer up, it's Friday!



(...)
and I don't know where I ever got the bright idea that I was cool
so alone and independent
but I'm depending on you now
and you'll always be the only thing that I just can't be without
and I'm out for you tonight
I'm comin' out for you tonight

even if you don't have anywhere to go
you go down on the pedal and you're ready to roll
and your speed is all you'll ever need
all you'll ever need to know
darlin', darlin'

you and me we're goin' nowhere slowly
and we've gotta get away from the past
there's nothin' wrong with goin' nowhere, baby
but we should be goin' nowhere fast
(...)


(é que gosto das legendas!)

quinta-feira, 18 de março de 2010

Esta é provavelmente a forma mais rápida de dizer o que tenho feito

Vi:














E até partimos as tábuas do chão no Sá da Bandeira.

Vi:












E é sempre um privilégio ver génios a ser génios.


É desta que mato a celulite. Aqui:





















[Esta também é provavelmente a forma mais redutora de descrever o que ando a fazer... It's the best i can do]

quinta-feira, 11 de março de 2010

sometimes i feel like

um cãozinho ansioso e ofegante, a abanar o rabo e com a língua de fora.
O problema é que (normalmente) depois do entusiasmante "good job!" não vem recompensa nenhuma... mas fico feliz na mesma!

E tenho a registar que tinha saudades de vestir calças de ganga. Na hora do patrom.

terça-feira, 9 de março de 2010

Talvez sejamos especiais. Talvez o facto de não sabermos o que queremos, de desconhecermos os nossos caminhos e ainda assim continuarmos seja sinal de que somos diferentes. Ou talvez não. Mas vamos acreditando e desconfiando ao mesmo ritmo, e os nossos complicómetros gritam de vez em quando (humpf! mulheres!). Perdemo-nos e encontramo-nos tantas vezes! e temos tudo a ver com a recuperação umas das outras. E quando uma de nós dá o tilt, não é o aconselhamento ou os paninhos quentes que nos fazem continuar, é a certeza de ter ali um reflexo e de "compreender milhões" o que se passa na cabeça umas das outras, ainda que sejam assim complicadinhas...

piroso!





















Este filme é como se fosse a Bíblia... não me desperta grande interesse mas encerra em si (misteriosamente) verdades profundas.
Com o estado de espírito certo, dá para rir bastante, e a reter está apenas que "sometimes, the truth makes everything else seem like a lie..."

segunda-feira, 8 de março de 2010

Eu sabia que tinha que ver isto antes da noite dos prémios...































E acho que este prova que se pode fazer mais com menos e que há perspectivas bem mais interessantes da guerra, sem efeitos especiais absurdos e sem o recurso a personagens aparentemente indestrutíveis.
Os verdadeiros heróis têm uma boa dose de desequilíbrio mental.

quinta-feira, 4 de março de 2010

wtf?

gaja1: ai que giro esse casaco! onde compraste?
gaja2: é, não é? gosto tanto deste pormenor, e até foi baratinho, comprei naquela loja bla bla bla bla.....
gajo: por falar em coisas de gajas, sabem se dá para parar o prato do microondas?


[inspira!]

do conhecimento em geral e outras verdades fundamentais

antes pensava que o mundo era uma casca de noz, mas afinal é só uma ervilha.

quarta-feira, 3 de março de 2010

iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii-CÓNOMIA

Bom-bom era se pudesse ir às festas de economia. Mas estou a perder a validade e não consigo!
Isso e se me dissessem alguma coisa e me fizessem parar de pensar naquilo o tempo todo!
E se me dessem coisas boas para fazer em vez de me deixarem aqui a amaldiçoar o VB, que não tem culpa nenhuma, coitadinho!, mas não gosto dele. Não gosto de coisas que não entendo.

segunda-feira, 1 de março de 2010

we're all precious





























Mais um imperdível. E assustador. No bom sentido.