segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

É que devemos ter sido p'ra lá de felizes na outra vida!

Isso ou andávamos a ser agraciadas sem disso darmos conta. Ou então não apreciávamos verdadeiramente a sorte que tínhamos. Ou apreciávamos, mas não soubemos aproveitar. Ou estamos agora a passar por tudo o que é mau para depois sermos felizes até ao fim dos tempos.
Isto porque agora parece que está tudo a ruir. Para quem não tinha segurança, para quem tinha mais ou menos, e para quem tinha toda a segurança do mundo. Puxam-nos o tapete como quem atira um caroço de maçã por cima do ombro. Eliminam-nos! mas deixam-nos na reciclagem para mais tarde recuperar (nunca se sabe!). E totós, acreditamos, apoiamos, pactuamos, incentivamos! Inventam desculpas esfarrapadas, insultam-nos os neurónios, fazem troça de nós.
Não é nada comigo! Quando é comigo, não sou capaz de me revoltar, não sou capaz de pensar, não sou capaz de levantar o queixo e seguir! Mas quem não merece, não merece! E há gente por quem eu ponho MESMO as mãos no fogo!
E nem se despedem porque isso seria admitir que falham! E isso não pode ser!



Pronto! Hoje estou assim, cheia de ódios que não me pertencem!
E há uma ou outra pessoa que esbofeteava se encontrasse hoje!

5 comentários:

Florentino disse...

ta mal essa vida.

B. disse...

"Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.

Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperença a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solente pausa
Antes que tudo em tudo se transforme."

Fernando Pessoa, 2-8-1933.

Um dia tudo estará como deve ser...
Ésbeijinho!

moça disse...

Ismaravilhádá! Aguenta só qui tou á cáminho, ya? Beijos enormes, my friend. Espeirece! Espairece!

Anónimo disse...

enquanto tu dás bofetadas, eu dou pontapés, boa?

moça disse...

Combinadíssimo! ;)