quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

equilíbrio

Eu acredito no equilíbrio. (Acho que já vos falei disto, mas aqui fica o reforço). Eu acredito que depois de muitas coisas boas, temos que chocar com algumas coisas más. Que se num lado tudo corre bem, no outro alguma coisa vai correr mal. As coisas não podem ser permanentemente boas em todos os sentidos. E equilibram-se.
E eu sabia que a minha extraordinária insensibilidade e completa ausência de criatividade em matéria de artes tinham que ser compensadas de alguma forma. E não, não tenho outras qualidade para colmatar essa minha deficiência. Ela é que tem. A minha metade. A minha coisa-mai-linda!
A sis ganhou um concurso. Um concurso de talentos promovido pela TAFEP... e depois conto mais pormenores, que agora tenho que ir...


Sem comentários: