sexta-feira, 31 de julho de 2009

Então até já, sim?

domingo, 26 de julho de 2009

Normalmente

Não gosto dos Domingos. Porque significam que amanhã é Segunda.

Mas hoje não é um domingo qualquer... hoje é o último domingo antes da última semana antes da viagem de regresso. É também o último domingo da missão "Moça regressa Morena"... este último fim-de-semana, aliás, foi inteiramente dedicado a esta missão. E devo dizer-vos (para não criar falsas expectativas) que podia ter corrido melhor, mas para uma moça com a minha tonalidade habitual, parece que deixei de me banhar em lixívia há vários meses!!! (Como diria o meu camarada H., estou "menos mal"!)

Amanhã, começa o workshop "Como sobreviver na minha ausência", que imagino que me irá ocupar umas boas 16h diárias, por isso desejo-vos já uma boa semana, boas viagens, boa praia e bons festivais, para o caso de não conseguir fazê-lo ao longo da semana. Isto porque, a adicionar à falta de tempo e aos constrangimentos habituais desta terra, eu tive a bela ideia de andar para aqui a instalar umas actualizações que agora me boicotam o internet explocenas e me impedem de comunicar em condições mais normais...

Fazer?

Mais?

Como?????

sexta-feira, 24 de julho de 2009

:O

Hoje podia parecer que fizemos a diferença.
Pela primeira vez em 6 anos (consta-se), todo o mundo lá do Gabinete foi convocado para uma mega-reunião para salientar a importância do nosso trabalho (nosso = o daqueles que vieram para ajudar), e facilitá-lo por todos os meios possíveis.
Quem visse o cenário montado (que até exigiu a marcação da Sala Grande para albergar toda a gente), e não pudesse ouvir o que por lá se dizia, até acreditava que finalmente tínhamos tomado o rumo certo!!!
Quem ouviu efectivamente, só posso acreditar que achou ali uma oportunidade para desabafar as suas preocupações com os constrangimentos últimos nas disponibilidades financeiras e ignorou tudo o resto - o verdadeiro propósito do encontro!
Enfim, diz-se que o que importa não é o destino, mas o caminho percorrido. Se é mesmo assim, deviam ter-me avisado que isto era uma prova de corta-mato. :S

quarta-feira, 22 de julho de 2009

portuguese mode: ON

Chegar. Abraçar. Beijar.
Almoçar com a avó. Visitar os tios. Visitar as primas. Visitar os primos.
Sair com a coisa-mai-linda. Ir ao cinema. Jantar no McDonald's, no Japonês, no Vitaminas, no Vegetariano, no Tailandês. Ir até à baixa. Comprar roupa. Comprar livros. Comprar um relógio. Comprar montes de coisas que me vão parecer essenciais na hora em que as vir. Ouvir as novidades. Contar as experiências.
Conduzir. Sair à noite. Dançar.
Viajar horas. Cantar. Dizer palermices. Fazer ainda mais palermices. Rir. Dormir naquele sítio pacífico. Relaxar na piscina. Relaxar ao sol. Fotografar montes de coisas. Comer toucinho do céu, serradura, rebuçados de amêndoa, espetadas de touro bravo, secretos de porco preto e migas.
Voltar à cidade. Mais cinema. Mais jantares. Mais dança. (Despedida...)


[e não há muito mais a preencher-me os pensamentos...]

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Isto é Angola?

No sábado passado um sujeito entrou no Hospital Geral de Luanda e violou uma senhora lá internada, em estado de coma. A família da Sra. apanhou o sujeitinho em pleno acto e ele já foi detido pela Polícia. Os media sondaram a família e passaram a entrevista com o marido da vítima, que anunciou que a culpa é do governo e que já não quer aquela mulher - a culpa é do governo, o governo tem que lhe dar uma nova!
A pobre Sra. acabou por falecer hoje.

Pronto, posto isto, vou até ali fora. Gritar. Muito. Até desmaiar, talvez.

[wtf?]

terça-feira, 14 de julho de 2009

dezoito

São os dias que faltam para me veres sorrir!
Não porque não sorria já, mas porque vou sorrir ainda mais.
Os dias vão correndo. Tem havido pouco tempo para fazer contas ao tempo, embora a consciência seja plena de que está próximo.
Assim, os últimos fins-de-semana têm sido pacatos, aqui pelos arredores da cidade, e aproveitando bem os últimos dias de calor daqui, antes de ir experimentar os dias de calor daí.



[c u soon]

quinta-feira, 9 de julho de 2009

=^.^=

Mais do que saudades de fazer efectivamente as coisas, tenho saudades de saber que as posso fazer a qualquer momento.
Também tenho saudades da caneca de hidromel, das piadas só nossas, da tenda de Kizomba, do yoga ao final da tarde, das mazurkas, dos pés inchados, dos chuveirinhos para assentar o pó, dos batuques preguiçosos de início de tarde, da mulher-violoncelo, das benditas pétalas de chocolate e dos concursos de prato-mais-bonito.
Tenho saudades daquele buffet japonês, do trattoria, do indiano, do shis e do tailandês (saudades de jantar no restaurante errado). E ainda mais do cinema todas as semanas, e de planear idas utópicas à Rota dos Chás, e dos vegetarianos e as suas sobremesas... hummmm.... e de falar à desenho animado! E de cantar.
Da sangria e da caipirinha do St. Patrick's, e da viagem de ida e de volta, e de esperarmos na fnac enquanto o carro é lavado! De dar indicações à Lux! De pedir direcções à Xana Guida!
De estar lá, na gravação do video do wegue-wegue e de essa se tornar a banda sonora das minhas despedidas, de seguirmos para a Azurara e de estares com dores nos rins!
E de combinar mil cafés com mil pessoas e acabar por nunca ter tempo, ou disposição.
E de receber um telefonema a meio da noite e sair a correr. E conduzir...
De fazer mais de uma hora de viagem sozinha depois de um dia de trabalho e ser a gaja com mais pica da casa! De não haver nada que me faça parar!
E de te enviar uma mensagem com a hora da sessão e dar um toque para desceres. De dançar sozinha no carro parado no meio do trânsito! De sairmos e nos rirmos de toda a gente. De seres tu quem põe a música no meu carro. De ir a um festival com os teus amigos e confundir-me com eles. De sermos fotografadas a arranjar as unhas. De vermos a Su ser levantada no ar mesmo lá à frente. De termos de recuar para nos afastarmos da confusão. De lermos folhetos que incentivam o uso de drogas (hihihi). De comer pizza. De comprar rebuçados de ervas (;)) ranhosos. De não conseguir parar de rir...

Não porque efectivamente os tenha vivido anos a fio, ou sequer por ter a certeza de vir a repetir... mas porque não faz parte da minha (pequerrucha) lista de opções aqui.

In a while, crocodile!




(isto sou eu a ser feliz)

sexta-feira, 3 de julho de 2009

No regresso

Parámos no Miradouro da Lua.
Diz quem já esteve na lua que esta paisagem é tal e qual...




Posted by Picasa

Parte III - Cabo Ledo a todas as horas




Posted by Picasa

Parte II... by night




Posted by Picasa

Cabo Ledo By Day

Estava prometido há bué!
Mas a culpa não foi minha, o Senhor caríssimo com K é que atrasou... mas não há maka!
Aqui fica então, o belo do registo fotográfico do fim-de-semana em Cabo Ledo:
Parte I
O corredor, a decoração, a praia e os bungalows.





Posted by Picasa