segunda-feira, 8 de junho de 2009

"A história faz-se pelas nossas mãos e pelas mãos daqueles que seguram as nossas"

Fim-de-semana de sair e ouvir simpatia.
De pensar e de reflectir e de relembrar conversas profundas.
De discutir o ser e o não ser. O de vir ou não a ser.
De arranjar uma nova família e ter um novo nome (uma para adicionar, nunca para substituir).
De adorar conhecer gente nova e aprender mais um bocadinho sobre os outros e sobre nós.
De ser uma bêbada feliz.
De cozinhar e ver cozinhar.
De peixe e de marisco.
De gostar de ser, independentemente do que possam pensar.
De ser maior dentro de mim.
De ouvir como sempre.
De falar mais que nunca.

E chegar e relembrar as coisas comuns, ler o que penso pelas palavras de quem me conhece.

(já falta menos para segurar as vossas mãos... posso viver a tua casa? =^.^=)

Sem comentários: