quarta-feira, 3 de junho de 2009

frio?

Não sei se veio para ficar, mas chegou o cacimbo.
Tive frio ao final da tarde, tive frio à noite, tive frio de manhã. Embaciei o espelho com o banho (não o fazia desde Portugal).
Sabe bem um casaco, sabe bem o pijama, sabe bem ficar na cama.

Segunda-feira foi feriado. À semelhança do Dia Internacional da Mulher, também o dia da Criança é feriado em Angola. Compreendia esta necessidade, se de facto se parasse para reflectir e descobrir soluções para os problemas das principais vítimas deste sítio: as crianças e as mulheres. Ao invés, suspeito que sirva apenas de pretexto para fazer mais umas festas, gastar mais uns milhões, beber mais umas cucas. Porque, por mal que se esteja, aqueles que desejam manter as coisas como estão continuam a ser a maioria.

Segunda-feira da semana anterior também foi feriado, dois fins-de-semana prolongados seguidos (algo improdutivos) terminam a bela saga dos feriados angolanos, por enquanto... parece que não há mais feriados até às férias, o que me deixa ligeiramente nostálgica por não ter aproveitado melhor os fins-de-semana grandes até agora, mas lá terá que se arranjar um jeito de ir fazendo coisas diferentes.

Benguela está em obras.
Parece que está a ser esburacada para onde quer que vamos.
Além disso, estão a nascer sinais de trânsito, daqueles que nos proíbem de virar à esquerda.
Por isso lá fomos mandados parar pela polícia de trânsito, depois de uma pequena infracção. O meu colega condutor teve que sair do carro para ir confirmar que o sinal estava mesmo lá (tal como o condutor da frente), e enquanto isso, o passageiro do carro da frente proporcionou-me esta pérola da conversa angolana:

"Este quer é gasosa.... por isso é que este país não vai a lado nenhum!!!"

(e acrescenta, atentem....)

"Ainda vai haver a 3ª guerra mundial aqui em Angola!"

(Acho que o melhor a fazer é não pensar muito e sorrir com estes momentos...)


Outra coisa gira do fim-de-semana foi finalmente conhecer a Marianita, a mais nova imigra aqui do sítio, um docinho de bebé! :P

E finalmente temos Nespresso (iupiiiiiiiiiiiiii), o que significa que os Benguelenses vão conhecer a li-a-mil... be ready! (por estas e por outras é que tu és o mai-bunitu! muuuito obrigada!)


Para concluir, e dado o boicote total e inesperado da rede de telecomunicações angolana, queria deixar aqui os Parabéns aos sete-ventos para o Rei Leão, em nome da sua Pocahontas, porque não, eu não me esqueci, e porque sim, espero que tenha sido um dia perfeitinho (e sei que o foi, na companhia dos outros gomos do teu coração).
(E não penses que te livras da festa de arromba quando regressares! Pagas tu! :P)

Ah, e também ouvi dizer que sou mimada (can you believe it?)

1 comentário:

Hélder disse...

Isto de ter de comemorar (e pagar) em vários locais tem muito que se lhe diga... pensei que era suposto o dia estar centrado em mim! HUMPF!