sexta-feira, 12 de junho de 2009

as hérnias

Este é um assunto ao qual não se presta a devida atenção.
As hérnias existem (elas andem aí!), fazem companhia a muitos de nós e devíamos falar sobre elas, porque nunca se sabe quando uma delas se vai cruzar no nosso caminho.
E porque acho que as pessoas deviam dar-lhes mais atenção, aqui fica uma coisa que aprendi na passada 2ª feira (também aprendi que sou bonita, mas isto ficará para outras núpcias...):
Bom, o que acontece quando há uma ruptura da matéria pulposa que temos entre duas vértebras?
Acontece pois que, ao sair, o núcleo do disco pode causar compressão das estruturas neurológicas (ou até inflamação), provocando dor!
O diagnóstico não carece de radiografias e o tratamento é aparentemente simples: repouso, calor, gel e analgésicos... além de dormir no chão...

E vão 2 pontos para quem adivinhar a correlação entre hérnias e paludismo!

Quem conseguir, recebe ainda, totalmente grátis, impresso em folha-do-quê e escrito em letrinha dourada, um magnífico certificado aprovado por um Ministério xpto qualquer, que o habilita a exercer medicina...

6 comentários:

? disse...

Eu perdi-me a meio...

anetxi disse...

Eu tentei perceber a correlação entre as hérnias e paludismo, ou seja, pesquisei "hernias paludismo" no Google.

Resultado: Apareceu-me o link para este post do teu blog.

Obrigada Google.


Momento de Publicidade: Porque o Japão está na moda - http://mentalage-12yearsold.blogspot.com/

Hélder disse...

Será que o ponto em comum é o diagnóstico de um médico angolano?

moça disse...

Bom, porque já estou farta de pedidos de esclarecimento na caixa de correio: não existe correlação! Este post usa de uma boa dose daquele que sempre foi um dos meus recursos estilísticos favoritos - a ironia.
Isto porque, estando novamente palúdica (com teste na mão e tudo), o Sr Médico me disse que as dores das minhas costas (ao contrário das anteriores tristes experiências) não se deviam a malária, mas sim a uma hérnia.... e fez-me um desenho e tudo! Eu que conheço boa gente que tem a infelicidade de sofrer horrores com hérnias discais, achei toda a explicação e a prescrição de uma lucidez tal que só podia responder no meu tom preferido... o que aqui está!
E sim, pedi uma 2ª opinião, fui tratada para o paludismo, não tomei o que me foi aconselhado pelo 1º Sr Médico e curiosamente, no final do tratamento, as dores de costas, a par das dores nas articulações e dores de cabeça, desapareceram! E a contra-análise resultou negativa...

(tudo está bem quando acaba bem)

Kimangola disse...

A DEON -DE ONDE-TOLOGIA MÉDICA está ao contrário.
devia se pagar quando tivessemos saúde e não quando estamos doentes.

depois a maior parte dos médicos são puros vendedores de drogas, "dealeres" das multinacionais farmacêuticas.

é mesmo, a única "correarreliação" entre hérnia e paludismo está na razão directa da ignorância dos ditos cujos.
além disso os médicos de hoje ( muitos) são uns kimbandas de cabelo gelizado...

dei uma volta pelos jardins de sua casa e gostei da floriácia que se espalha nos olhos...

xaxuaxo

moça disse...

Fazer mais como? Ao menos sei que não estou sozinha!

Seja bem-vindo ao meu jardim!