sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Obrigada...

... pelo carinho
... pelas mensagens
... pelos vídeos
... pela lembrança
... pelas prendinhas

Desculpem a ausência... as semanas têm sido de doidos... nem sabia para onde me virar... desde o início da semana que tenho tentado arranjar tempo para escrever, mas não tem sido fácil... hoje, finalmente, consegui organizar tudo (não resolver tudo, isso não!) de forma a arranjar uns minutos para vos pôr a par das novidades!

Com tanto trabalho, óbvio que pouco tempo tem restado para o que quer que seja, e quando pensamos que restou, encostando num canto, adormeço :)
Nada de novo em relação ao fim-de-semana, continua a ser de descanso e praia, quanto à semana, de trabalho e descanso!
Ainda assim, 4ª-feira foi, obviamente, o dia mais leve, com direito a jantareco comemorativo e muitos mimos!

De resto, os dias passam a correr, com mais ansiedade que a habitual, pela proximidade da data de regresso... começo a fazer o countdown, planeio as compras a fazer e os sítios a visitar... a minha mente está mais em Portugal do que aqui!

Amanhã é a festa de anos, quase um dia de festa!
Domingo, terá que ser de descanso!

... faltam 16 dias e já sinto o frio...

terça-feira, 18 de novembro de 2008

:)

Há coisas de que não prescindo, esteja onde estiver e com quem estiver, a primeira delas é, desde logo, a música!

E esta é uma das que levo sempre comigo, tem sido uma constante - seja em que altura for, e seja qual for o estado de espírito, não me canso de ouvir, esta e outras músicas desta menina, porque são brilhantes, completas, animadoras, profundas... tudo!

Por isso mesmo, obrigado à minha querida Xana Guida, que me deu a conhecer esta maravilha há já alguns anos, que não é menos do que uma boa dezena de músicas que me acompanham em tudo desde então e até definem um pouquinho do que sou! :P

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Long time...

... no see!!!

Verdade em todos os domínios: não só aqui pelo blog, mas também fisica e presencialmente e tudo e tudo e tudo....

As saudades crescem uns bons centímetros a cada dia que passa... eu também cresço (em largura), mas não tanto quanto o vazio no meu coração...

Lembro-me muitas vezes do que me disse uma menina (belle chanteuse) que esteve há relativamente pouco tempo em São Francisco (:P) - é chocante regressar e ver que a vida seguiu sem nós... penso muitas vezes que as pessoas continuaram a viver sem mim, nas suas rotinas, ou em novas... não que isso me incomode, fico apenas a pensar e encontro-me muitas vezes nesse lugar onde entro na vida de toda a gente e fantasio sobre as suas vidas!

Lembro-me hoje que daqui a duas semanas é aquele dia e estou pela primeira vez tão longe, longe dos sítios, longe das pessoas, e longe dos rituais e dos roteiros habituais... apetecia-me pegar no carro e conduzir sem destino... até à praia (dado que é lá que vou parar sempre que supostamente saio sem destino...).

Hoje vi uma pessoa - o fofo do Bruno (:P), e ele viu-me a mim... e percebi o quanto tenho saudades de vos ver - dos rostos que me são familiares, dos meus amigos, de todas as pessoas que fazem ou fizeram parte da minha vida, mesmo que por breves instantes, e tenho TANTAS saudades das coisas mais ridículas... do iogurte líquido ao levantar, do trânsito, do meu carrinho (de o conduzir, porque de ver carros parecidos, não tenho saudades! ...aqui são aos montes!), das minhas bebés, do café no escritório, dos supermercados, das lojas, dos cinemas, da televisão, das minhas roupas, dos meus sapatos, do meu guarda-chuva, de uma fria tarde de domingo passada enrolada num cobertor a ver filmes idiotas... e de tudo e todos os que nem vale a pena dizer, porque é óbvio, e eles sabem quem são!

E por muito que goste de aqui estar, nunca vou sentir o mesmo daqui... por muito que me agrade saber que em pleno Novembro entrei na água de mar mais quente onde alguma vez me banhei na vida... nunca me vai custar tanto saber que estou longe de um sítio como saber que estou longe daí!


Quero as minhas raízes como nunca!


E embora esteja a viver naquela minha paz, só minha, recuperada e bem-vinda, aquela de que sentia falta antes de partir...
tenho saudades de te ver, e de te abraçar!

E é o que me apetece fazer todos os dias, e é só nisso que penso quando prevejo o que farei assim que chegar:
correr para te abraçar... mesmo sabendo que não vais lá estar... :'(

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Mais uma semana!

Fim-de-semana com direito a visitas!
Benguela está para Angola assim como o Algarve está para Portugal... com fim-de-semana prolongado, Luanda invadiu Benguela perturbando a paz habitual! :P

Sexta

Dia de trabalho: nem vamos falar sobre isso...
Jantar: Costeleta de porco na Moreninha
Noite: Lobito's Café
...nada de novo!

Sábado

Às 10h a trabalhar, às 13h a comprar no Shop Rite, às 14h a almoçar no Nó-Nó (já com os amigos de Luanda)... o resto do dia a passear pela Restinga, com direito a café no Terminus e copos no Zulu, para mostrar tudo à malta!
Jantar: Bife à Escondidinho no Escondidinho (não, Benguela não foge à regra e tem um restaurante que se chama Escondidinho).
Café: Porta-Aviões.
Noite: Depois da tentativa falhada de ir ao Tchirinawa, que estava a rebentar pelas costuras de tal forma que nem vestida de tigresa lá entrava, fomos ao... Escondidinho (é restaurante e discoteca!!!).
... nada de novo, mas com pior qualidade, a não ser o espectáculo de dança fornecido por dois meninos (ambos.... meninos)...

Domingo

Manhã: curtinha :D
Tarde: Praia na Baía Azul;
Jantar: amostra de bife à parmegiana (pelo menos tendo como ponto de referência o tamanho habitual das doses) no Pátio do Areias, na Pensão Contente;
Noite: Tchirinawa...
... mais uma vez, nada de novo!

Segunda

Manhã: despedida da malta, com direito a passeio por Benguela
Almoço: Filetes de peixe com molho de camarão (delicioso!), novamente no Pátio;
Tarde: tentativa de tosta na praia, mas muitas nuvens... ainda assim, consegui molhar as calças ao medir a temperatura da água vestida (sempre a pontuar!);
Jantar: hamburguer no Loli Burga (Loli não sei se é assim, mas Burga é mesmo Burga :)).
Serão: de trabalho, nem convém lembrar... não deixes para amanhã o que podes fazer... depois de amanhã....


O que ficou: a certeza de que estou uma semana mais próxima de regressar!!!


Novidades: uma, mais ou menos interessante - um telefonema à chegada ;)
Pena que continue longe... mas deu algum ânimo!


Desculpem a forma do relato, mas é meio-dia e já levo 8 horas de trabalho hoje.... no comment!


(saudosa como nunca!)