segunda-feira, 27 de outubro de 2008

On behalf of Anetxi...

Mensagem de Vossa Excelência, Anetxi:

"Depois de várias tentativas falhadas de deixar um comentário no blog desta minha irmã, de muita frustração e de revolta contra este espaço que está
constantemente a reprimir o meu direito à livre expressão, decidi tomar uma
atitude revolucionária e contactar a autora do blog de forma a poder deixar a
minha opinião sem qualquer tipo de restrições.
Os motivos por trás desta minha impossibilidade de mostrar a minha afeição pelo ser que partilha os mesmos progenitores que a minha pessoa, estão além do meu conhecimento, mas acho que o público em geral concordará comigo quando eu, uma pessoa com um status claramente superior, afirmo qualquer coisa que neste momento já não me está na memória devido ao facto de o meu raciocínio ter sido interrompido pela minha mãe com o aspirador e as consequências que esse acto causou na forma de agir dos animas de estimação desta casa.
Desta forma, pretendo transmitir a mensagem de que:
- não falta nada naquele pequeno almoço;
- a imagem das crianças com as cabras parece saída de um documentário da BBC;
- Arctic Monkeys é uma banda e peras;
- poesia à hora de almoço provoca-me dores de estômago;
- EU sou a pessoa favorita! EU apareci em primeiro lugar e dividida de qualquer
agrupamento que pusesse em causa a minha individualidade;
- a minha irmã tem uma osguinha a viver atrás do espelho do quarto dela;
- jokas ninah* e’x bu’ex deh windah i euh dowtxih pawa xempreh (L’

Boa Pascoa para todos vós, em especial, como é obvio, para a dona do blog, e para os agrafadores, por quem eu nutro um grande carinho hà muito tempo, mas que
infelizmente só agora começo a encontrar pessoas que partilhem a minha dedicação por este acessório de escritório."


[Devo lembrar que a adoro para lá de muito? mais do que os meus braços podem abraçar? mais quente que o verão e mais longe que o japão? ... és linda!]

linda!



Fim-de-semana: podia ter sido melhor.

Estado de espírito: ligeiramente deprimido.

Razão: não vale a pena explicar, não merece!

Motivos para se preocuparem: nenhuns!

Saudade: hoje em particular (sem nenhuma razão em especial, só porque sim :P) da música... das tardes de ensaio... das conversas... de tudo o que é Púrpura...

Vontade de: praguejar! (por isso é melhor não escrever muito)

Pensamento do dia: Quanto mais conheço os homens, mais gosto de agrafadores!!!

Promessa a não cumprir: nunca mais volto a acreditar na bondade e na seriedade dos coiso!

Dúvida existencial: num mundo onde achamos que tudo é possível, e as pessoas são capazes de mudar tudo, como é que ainda ninguém se lembrou de inventar a assexualidade?

Agradecimentos:
- à minha pessoa preferida, mais-que-tudo, minha little-sister, que me enviou estas fotos mai-lindas que me animaram o dia,
- à restante família pelas razões óbvias (em particular à minha tia, que me ligou na sexta para eu poder falar com o meu afilhado lindo e me dá conselhos úteis, como "não engordes, lianinha!"),
- aos meus amigos, por existirem e serem pessoas excepcionais e por se darem ao trabalho de me conhecer e gostarem de mim, mesmo assim, defeituosa, e
- aos colegas da Catumbela, por me mostrarem que há coisas que são iguais em todo o lado e que a estupidez não escolhe nacionalidade nem idade, mas apenas género!


... e ainda perguntam porque sou assim vil....
Posted by Picasa

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Não me estranhem!

Tudo normal!

Tudo corre como deve correr... e o trabalho, melhor que o costume nos últimos tempos: nada como ter o patrão por perto para intimidar os clientes. Basta um telefonema, e vêm todos a correr relatar-me o que andam a fazer, porque ainda não apareceram, e até prometem entregar-me tudo o que pedi há 3 semanas já na próxima, ou ainda nesta, até! (a ver vamos....).

De modo que estes têm sido dias completos.... muito! Daqueles de sair tarde, trabalhar em casa... como já quase não me lembrava.
E por incrível que pareça, sabe mesmo muito bem!
Esse sentimento familiar de stressar com o que está por fazer, organizar milhões de coisas, tentar fazer tudo ao mesmo tempo... chegar ao escritório, colocar os phones e não fazer mais nada a não ser ficar concentrada no trabalho enquanto ouço música, esquecer-me que são horas de comer, esquecer-me que é hora de ir para casa, comer alguma coisa e só pensar exactamente naquele ponto onde fiquei...

...voltei a mim!

Adoro o meu trabalho! Acho mesmo que sou privilegiada, porque por muito mal que corra um dia de trabalho, não deixo de ser feliz com o facto de ter produzido alguma coisa! Há poucas coisas (há!, mas são poucas...) que me façam mais feliz do que fazer o meu trabalho e saber que o fiz bem!

E sei o que estão a pensar: "tudo o que é demais enjoa!"; mas há ainda outra vantagem neste emprego, e em particular por estas bandas - os períodos de trabalho-como-se-não-houvesse-amanhã vão alternando com dias relaxados e o equilíbrio vai-se mantendo!

Hoje estou sozinha no gabinete (que habitualmente partilho com um colega apenas - ele está doente e ficou de cama). Eu gosto muito de trabalhar em equipa, aliás, não era possível fazer um bom trabalho se assim não fosse, mas de vez em quando poder controlar tudo e ter este espaço só para mim é o céu!

Por isso estou muito feliz hoje, e apesar de ainda não ter terminado tudo o que defini para fazer hoje, tinha que partilhar isto convosco...



"Und stirbt er einst,
Nimm ihn, zerteil in kleine Sterne ihn:
Er wird des Himmels Antlitz so verschönen,
Dass alle Welt sich in die Nacht verliebt
Und niemand mehr der eitlen Sonne
huldigt...."



(porquê em alemão? só para não ser demasiado fácil, e para dar um gostinho à minha lux, que assim sabe que vai ser a primeira a perceber
por alguma razão em especial? não! só porque é uma das passagens preferidas da minha peça preferida
porque estou desde já a esclarecer? porque sei que vocês são umas cuscas com uma vocação fortíssima para fazer filmes)

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

terça-feira, 21 de outubro de 2008

bom dia

No que diz respeito a estes senhores, difícil é escolher uma favorita, porque todas as músicas são geniais, mas como sinto que esta traz uma energia fora do normal, e o videoclip é bem simpático para os meninos (e eu sou amiga dos meus amigos, portanto já sabem que só coloco aqui vídeos bonitos)... portanto, aqui fica, com votos de bons dias cheios de energia!

:P

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Dombe




Sábado foi para visitar o Dombe Grande. Uns colegas foram em trabalho e levaram-me a conhecer um pouco das redondezas de Benguela!
A maior parte do caminho é feita por estradas de terra, aos solavancos, rodeados de uma paisagem mais ou menos deserta, plana, e de vez em quando com imagens que parecem de autênticos oásis, com palmeiras, lagos, cubatas... daquelas que associamos ao cliché do amor e uma cabana... Infelizmente, apesar de eu ter o jeitinho bem conhecido para tirar fotos (perdoem só, ya?), as fotos não conseguem transmitir a beleza deste sítio... só vindo cá, mesmo! Por isso, toca a visitar-me, ok?!?

O resto do dia teria sido passado na praia, não fosse o mau tempo... assim sendo, passeámos pela costa, fiquei a conhecer a Baía-Farta, a Caota, e a Baía-Azul já conhecia...

Domingo sim, estava um tempo óptimo para ir tostar um bocadinho, mas não havia espaço no meio de tanta gente, pelo que nos dedicámos à pesca (literalmente!) - claro que eu, pessoalmente, não pesquei... mas em média pescámos menos que um peixe e mais que meia-dúzia de cucas cada um!

Conclusão: mantém-se a violência habitual ao fim-de-semana, continua a não se aprender nada... e mata-se muito neurónio... tenho que me deixar disto!
Posted by Picasa

Pequeno-almoço


:)))
Posted by Picasa

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

grrrrr!

Não sei se já tive oportunidade de partilhar convosco que pessoas que não sabem conduzir e pessoas que mastigam de boca aberta me irritam profundamente! Não são as únicas características que me incomodam, mas hoje estou particularmente sensível a estas duas...

vícios...

Ha Ha, de Emiliana Torrini... não consigo deixar de ouvir.... dá vontade de rir!

(obrigada pela apresentação JFD :P)

terça-feira, 14 de outubro de 2008

4 semanas

Faz hoje 4 semanas que aqui cheguei...

Este foi o meu sábado... umas horas num sofá, outras no outro :P

Fiquei por casa, a "minha", finalmente (os meus sofás são bem fofinhos!), não tinha carro nem companhia, por isso cozinhei, comi, li, vi televisão, dormi... pensei um bocadinho, não muito, para não me cansar :P e até vi o filme do Garfield.

Tenho um abastecimento de carne de porco na arca congeladora suficiente aí para uns 3 anos, logo o almoço foi carne de porco salteada à moda de caramela-que-não-sabe-cozinhar com batatas aos cubinhos fritas (confesso que me estava mais a interessar o acompanhamento que a carne e estava com um particular desejo de comer batatas aos cubinhos...). Também tive tempo para lavar loiça, descansar, fazer chá, descansar, arranjar as unhas, descansar, arrumar roupas, descansar, fazer a cama, descansar, beber um chocolate quente, descansar.... (isto para terem uma ideia da canseira que foi.... ufa!).

Descobri que me falta um coador, um piaçava, um cesto para a roupa suja, um suporte para talheres, frascos para colocar a esparguete, o arroz e assim (não me apetece que andem bichezas a passear por embalagens abertas), guardanapos, compota, salsichas, atum... também me falta um microondas, uma toradeira, uns chocolatinhos, uns iogurtes, entre outras coisas com as quais nem vale a pena sonhar... no meio de tantas descobertas, não tive tempo para deixar de adorar passar um dia apenas comigo!


À noite, lá tiveram a amabilidade de me ir buscar para jantar, no Pátio do Areias, o restaurante da Pensão Contente. Comi um choco grelhado delicioso (tudo muito bem servido, dá uma luta interessante....), tomámos café na esplanada do Porta-Aviões (ainda não vos tinha falado deste - é um restaurante que tem este nome porque tem, de facto, a forma de um porta-aviões) e seguimos para o Lobito - serão no Lobito's Café. Éramos 4 pessoas, eu e 3 senhores que, em vez de me protegerem (como é habitual que aconteça, pondo de parte a discriminação de género), lançaram-me para a boca do lobo, e perante um convite de um angolano para dançar uma tarrachinha, em vez de me salvarem, quando eu digo que não sei, dizem "vai lá! aprendes!"... temos que encarar que a dança é apenas dança, apesar de ser bastante, vá!, sensual.... e pronto, não é assim tão mau, é apenas... TRAUMATIZANTE!!!

Domingo foi dia de patuscada! Cerca de 25 pessoas (portugueses e angolanos) à volta de uma mesa a comer arroz de carne, frango frito, saladas diversas, batatas fritas, sopa... e até leitão, muito bom, por sinal! Tudo muito bem regado a Cuca, Carlsberg, vinho tinto, Coca-cola, Sprite, e diversos sumos de fruta... um miminho que durou das 13h às 22h!
A malta da Catumbela continua a ser a campeã da hospitalidade, estão sempre atentos e preocupados com o bem-estar dos seus convidados, são verdadeiros anfitriões, algo que nem no nosso Portugal (que até é bastante hospitaleiro, ou hospitalar, de acordo com um futebolista qualquer...) se vê!

Hoje tive uma bela surpresa... penso que já tinha comentado um dia destes como é difícil encontrar gente com inicitaiva e novas ideias por estas bandas, right?
Pois bem, hoje abri a porta à minha "maid" por volta das 07h20, hora habitual de chegada e fui vestir-me (vestir-me para sair... não estava despida, naturalmente!). Sou extremamente metódica, então encontrei este formato de organização do tempo que me parece o ideal: abro-lhe a porta, visto-me enquanto ela serve o pequeno-almoço e quando estou pronta ataco o mata-bicho... Pois bem, qual não é o meu espanto, hoje, quando, ao voltar à sala, tenho na mesa não apenas o meu pãozinho fresco, a manteiga, o leite quente, o chocolate e o café... mas ainda, quentinho, ainda a fumegar, fantástico e bem passado........... (rufos de tambores)......... OVO ESTRELADO!!!!! :D

Muito bom! Quase lhe dava uma beijoca! É claro que isto lhe podia sair muito mal, eu podia ser daquelas pessoas que odeiam essas coisas pela manhã... mas suspeito que ela já percebeu que eu sou um pouco comilona... perspicaz a miúda!

E pronto... apenas uma má experiência ontem à noite com uma barata GIGANTE na minha cozinha, no meio do tachos, que fez com que o acto de jantar se tornasse uma verdadeira aventura - claro que fiz uma daquelas figuras idiotas de saltar, sair a correr, gritar, procurar insecticida por toda a casa (e não, não havia), arrepiar-me todinha só de pensar naquelas antenas viradas para mim, e até falar com a maldita barata - experimentei ameaçá-la de morte a ver se ela fugia (e não, não resultou!). Resultado: lá ganhei coragem para voltar a entrar na cozinha, voltar a fechar a porta do móvel dos tachos, agarrar no tachinho que estava no frigorífico, levar para a sala, sentar-me estrategicamente na mesa de forma a observar eventuais movimentos do inimigo enquanto comia o meu arrozinho de cenoura e os meus bifinhos grelhados (não, não aqueci, para isso teria que estar na cozinha virada para o fogão - de costas para o armário onde estava montada a emboscada!) :S

... eu sei, era quem me desse um par de estalos - isso ou uma uzi para ter no bolso e estar sempre prevenida quando me aparece uma bicheza destas.... ainda bem que moro sozinha.... é só figuras triste naquela casa! :D

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

:'(

Ia contar-vos o meu fim-de-semana, mas a vida troca-nos as voltas...
Tudo bem por aqui!
Só lamento que por aí não aconteça o mesmo... quem me dera poder fazer alguma coisa... Há poucas coisas piores do que termos plena consciência de que somos impotentes em relação a alguma coisa... e achamos que somos grandes e temos as certezas todas... pois não somos! Nada é certo, nem adquirido, nem inabalável... no meio da rotina é que nos esquecemos de dar valor às coisas certas!

Se pudesse, empacotava força e enviava pelo correio, como não posso, fico a lamentar estar fisicamente longe e a desejar que o tempo corra depressa a curar as feridas! :(

amm...

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

boa noite e até já!!!

Estava aqui toda contente, depois de uma apresentação de software por portugueses para angolanos verdadeiramente surreal (cruzes credo, deus mi livri, onde é que eu me vim meter?!?!?!?!?), a adiantar umas coisitas para a próxima semana, finalizar uns documentos, organizar umas pastas, quando me ocorreu: estando eu do outro lado do equador, será que posso inverter uns provérbios? Faz sentido que possa, não é? Afinal, isto é suposto ser como que simétrico daí... então será que posso, assim de repente, por exemplo, aleatoriamente... deixar para depois de depois de amanhã aquilo que posso fazer hoje? e escrever um belo texto de desejo de um feliz e gostoso fim-de-semana?
Ora, analisando bem a questão, e fornecendo desde já a minha não solicitada, desinteressante, e até particularmente entediante opinião (hoje que estou extremamente choné.... ainda mais que o habitual): sim! posso aproveitar para enviar uma pequena mensagem! até porque já passa da hora do expediente :P

Assim sendo, a

novidade deste fim-de-semana é: já vou para a minha casa! ou aquela-que-será-a-minha-casa-nos-próximos-e-largos-meses-da-minha-vida!

e o

susto deste fim-de-semana é: vieram entregar-me há pouco a chave da casa, uma cópia para mim, outra para a Delfina (a minha empregada!) e, junto com os pequenos molhos de chaves - uma da porta de entrada, outra do cadeado da grade da porta de entrada, outra da porta da varanda, outra do cadeado da grade da porta da varanda, outra do portão que dá acesso ao quintal da vizinha, onde está o gerador... bom, junto com as chaves... entregam-me uma lanterna! UMA LANTERNA!

...e sabem que mais: tenho um depósito de água (não vá a água de rede falhar), um depósito grande, muito porreiro, vai enchendo, tem um travão para quando a água atinge o topo, muito giro... sabem como funciona? eu explico: ele está ligado à água de rede - havendo água e espaço dentro dele, ele enche - e bombeia a água para a casa através de uma electrobomba, que está ligada à corrente... o que significa que TODA a água que entra em casa, passa pelo depósito e, inevitavelmente, pela electrobomba, que sendo uma ELECTRObomba, funciona (espantem-se!) a energia eléctrica, que é fornecida pela rede geral, a não ser que a luz da rede falhe, e nesse caso, no problem!, liga-se o gerador, que está no quintal da vizinha do rés-do-chão, que fica a 3 andares de distância do meu apartamento, cujo acesso é feito por um portão do qual eu tenho a chave.... tenho TUDO aquilo de que preciso!


... agora, parem um pouco, relaxem, fechem os olhos... e imaginem que falha a luz precisamente quando eu estou a tomar banho... devo lembrar que vivo sozinha? que a minha empregada sai às 15h e só volta no dia seguinte?


... e lembram-se da lanterna?


(temo que andar pela casa às escuras seja o menor dos meus problemas!)

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

música a sério...

... daquelas que fazem sonhar...

(este videoclip é LINDOOOOOO!)

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

musique!

Isto está a bombar por estes lados! Hoje vi esta música numa colectânea "home-made" (;)) e adivinhem como estava lá escrito o nome... "Set mint"... no comment...

Confesso que quando ouvi esta música me lembrei logo que há cerca de um ano estávamos 3 caramelas (mais uma que por lá continua) a vaguear por Paris! E foi espectacular, esteve-se mesmo muito bem... tenho saudades, temos que lá voltar! Foi então que me lembrei da fantástica construção frásica, que tantas vezes usávamos, e voilá: Qu'est ce que tu penses? Que a pula não dance? :P

Também me fez pensar que por muito que tentasse, não imaginaria estar onde estou agora, o que não deixa de ser curioso, porque estava precisamente nesta mesma fase há um ano atrás - a de incredulidade perante as surpresas que a vida me trouxera - estava incrédula na altura, e estou incrédula agora... apesar de por motivos completamente diferentes e por percursos que em nada se assemelham!

E sorrio ao pensar numa verdade, que parece um cliché, mas não deixa de ser verdade: a vida dá TANTAS voltas! e por muitas voltas que dê, sou feliz! porque o que vale, vale...

[can't take a smile out of my lips... =^.^= ]

terça-feira, 7 de outubro de 2008

chuva, chuva, chuvinha

Ontem choveu!
Só durante a noite, como me disseram que é habitual em Benguela - chover pouco e à noite. Também consta por estas bandas que logo a seguir às primeiras chuvas começa a verdadeira tostini, portanto terei que fazer um esforço para não voltar uma lili gratinati!!!

:P

Sabem que, por vezes, quando trabalho bastante, fico um pouco choné... perdão!

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

:D.... :)..... :|..... :(...... :'(


Os dias passam a correr!

Parece que ainda ontem escrevia sobre o fim-de-semana passado, e quando dou conta já passou mais uma semana e mais outro fim-de-semana... ainda assim, a viagem parece ainda tão longínqua e começa a crescer uma ansiedade de voltar, estar com toda a gente, passear pelas ruas da minha cidade, olhar para o meu rio, fazer umas comprinhas (:P)...

Este fim-de-semana teve as diversões do costume - o passeio habitual, a pastelice habitual - com um pequeno acréscimo, algo que nunca imaginei, algo que ainda hoje me fascina, e quando revejo o meu fim-de-semana nem acredito que aconteceu mesmo...

Ao contrário do habitual, este último sábado trouxe consigo uma oportunidade fantástica: a de formar uma angolana! Sim, formar! Mas não em temas de interesse social, económico, intelectual, filosófico, cultural, nem sequer artístico... formar sim... mas em hotelaria!!!

Visitada por uma funcionária de limpeza (do escritório) a quem resolveram atribuir a tarefa de nos servir pequeno-almoço e almoço naquele dia (porque a nossa empregada habitual não trabalha ao sábado, vai à igreja...), qual não foi o meu espanto quando, ao solicitar que ela me preparasse o "mata-bicho" enquanto eu tomasse a minha banhoca relaxante e renovadora de sábado de manhã (preciosa, depois de uma sexta à noite de folia), a resposta dela é a seguinte:


"A Dra. tem que ensinar.... eu não sei fazer nada disso!"


Claro que fiquei a olhar para ela embasbacada durante uns segundos... lá disse que tinha apenas que aquecer leite, fazer café e colocar as coisas na mesa... e (espantem-se novamente!) voltei a fitar aquele olharzinho expectante, de quem não faz ideia do que fazer e quase implora por ajuda... não resisti ao apelo, e lá ensinei a ligar o fogão, a fazer o café (deviam ver o olhar de espanto da criatura a ver o café subir!!!), a colocar a louça na mesa, o pão, a manteiga...


A verdade é que, provavelmente, na sua ainda curta vida, ela nunca experimentou sequer um pequeno-almoço assim, não sabia sequer que existia algo melhor do que passar um dia com um prato de papa, ou farinha, ou funje, ou seja lá o que for, no estômago... e saber disto é chocante - saber que há gente que não tem, nem sabe sequer o que é ter o que nós temos, e viver o que vivemos!


E nós, por outro lado, por muito más condições que enfrentemos ao vir para aqui, por muito que tudo isto seja diferente de tudo o que conhecemos e por muito mau que seja comparado a tudo aquilo a que nos habituamos, nunca vamos saber o que é verdadeiramente viver como eles, nas condições em que vivem, com as dificuldades que têm!

Mas alertam-me, e eu acredito, para a certeza de que esta gente ainda me vai desiludir... que vou acreditar neles e eles me vão deixar ficar mal, que vou ter pena deles e eles não vão ter consideração por mim... acredito, mas quero acreditar que também me vou cruzar com o oposto, com gente que precisa de ajuda, me deixa ajudar e me ajuda também!

É claro que não seria quem sou se não estivesse já a sofrer por antecipação e sei que, mais tarde ou mais cedo, vou sentir-me inútil, vou querer abraçar (já quero!) o mundo inteiro e não vou ter braços para isso, vou querer dar colo ao mundo inteiro, mas vai ser grande demais para mim... e já sei que vou sofrer com isso, mas estou ansiosa por fazer alguma coisa e já sofro com o facto de ainda nada ter feito!



.


.


.


.



e tirando estes momentos de reflexão, inútil como o sofrimento, cá se vai vivendo, com a cabeça entre as orelhas, mas como verdadeiros deuses, para uns, ou no inferno, para outros, é só uma questão de perspectiva... a minha é a do copo meio-cheio, e acredito que assim continuará por bastante tempo!

[Eu, no fundo sou uma pessoa muito crente :P]


PS: ali está a osga de estimação que habita a nossa janela de cozinha... vai fazendo umas aparições muito tímidas, mas é mesmo muito gira, tenho pena que não se consiga ver bem na foto, mas é assim cor-de-rosa, meio transparente... muito engraçadinha!

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Um novo sonho!

Há que entender que este meu blog não seria verdadeiramente O MEU blog se aqui não se falasse de uma das coisas que eu mais gosto neste mundo, que me faz sonhar e me dá força quando estou em baixo... além de ser um meio de transporte agradável e o meu preferido: o belo automóvel!!! :P

Ora... maldita a hora em que descobri este na Super Interessante!






















Não sei se já ouviram falar, mas este é o novíssimo, ainda por lançar, Lightning GTS, da Lightning Car Company - segundo dizem, o primeiro a conseguir aliar verdadeiramente a alta performance à ecologia, e que, além de ter um design retro lindíssimo (mesmo à minha medida ^.^), segundo a malta lá da Lightning, tem


"the very best drive system technology available anywhere in the world. This advanced motor technology now has phenomenal torque and power capability which is integrated within a wheel assembly. There are no gearboxes, differential, axle, drive shafts or propshafts to contend with. All of the power is generated at the wheel, the point at which it's required, which eliminates mechanical complexity and power losses experienced in standard sports cars. These lightweight and ultra powerful motors don't add significant extra unsprung weight and are therefore ideal in that position"


O problema é que isto é uma espada de dois gumes!

Se, por um lado, o meu lado apaixonado por tudo o que tem quatro rodas e faz vvvrrrruuuuummmmm (excluindo as moto4, que essas só chateiam!) estremece só de olhar para as fotos desta coisa-mai-linda!, o meu lado de filha não deixa de ficar preocupado... porque se o dito cujo poupa até na complexidade da mecânica, cheira-me a reforma antecipada para o meu paizinho (que eu amo, vá... mais que a todos os carritos larocas do mundo, tipo "mais alto que as nuvens" e muito "mais longe que o Japão", claro está!).

Não que fosse mau ele reformar-se, mas convinha que eu ganhasse o euromilhões... porque assim resolvia os 2 problemas, mas como eu não jogo... vou-me ficando pelo sonho, e na esperança de que a moda da descomplexificação não pegue...


(aqui fica o link, para eventuais interessados... http://www.lightningcarcompany.co.uk/)

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Saudade!



Hoje tenho saudades... acordei numa melancolia doce de quem sonha com quem está longe mas lá estará na hora do regresso, de braços e coração abertos!
Hoje tenho uma lagriminha... daquelas que teimam e teimam, mesmo que tentemos conter, mas daquelas de alegria, porque esteja onde estiver, sei sempre para onde posso voltar.
Hoje tenho o coraçãozinho apertado, porque me faz falta esse carinho só teu e esse teu olhar carregado de amor, único e incondicional...
Hoje o meu pensamento tropeça nos teus conselhos, no teu cuidado e naquelas lembranças de tantos dias passados juntas.
Hoje não falei contigo, como ontem, porque tenho a voz entalada num soluço.

E peno porque sei que também não podes ler, nem sabes sequer onde estou, mas confio que alguém to transmita...

Faz-me falta aquele teu abraço! :'(

(obrigada pelo link dos Doces Cariocas, Isabel!)