domingo, 28 de dezembro de 2008

quem canta

seus males espanta...

Só porque já tinha saudades de aparvalhar e there's no place like home para o fazer - onde tenho o ambiente, a disponibilidade e os factores essenciais a um bom aparvalhamento, além da ajuda de boas amigas que têm todo o gosto em aparvalhar pelas mais insuspeitas razões (tal como iou) e da ajuda dos issues do costume... inesperados e decepcionantes, como sempre! :D

e aproveitando a fase da parvalheira, forneço também, totalmente gratuito, sem custos de envio ou qualquer outro tipo de custo divulgado em letras TIMES NEW ROMAN tamanho 3 num fundo de página qualquer, um belo esclarecimento: eu falo MUITAS vezes a brincar!
Não quero com isto incentivar a que não me levem a sério, mas tenho uma predilecção pelo humor sarcástico, irónico, negro e coisas do estilo, por isso não me levem a mal quando digo algumas coisas! Porque provavelmente estou só a brincar!
Como quando escrevi para aquele Senhor, contra-argumentando a resposta a uma pequena provocação, e suscitei uma onda de solidariedade a favor da minha pessoa... Ora, acontece, no entanto, que esse menino é uma das minhas pessoas preferidas em geral, e uma das minhas pessoas preferidas com quem aparvalhar, em particular. Sorte minha, que ele me conhece melhor que as palmas das suas mãos (o que não é difícil, porque aposto que ele não saberia dizer quantas linhas tem desenhadas nas ditas-cujas), e sabe perfeitamente que pode aparvalhar comigo quantas vezes quiser, e que receberá sempre respostas dedicadas e implacáveis (ou pelo menos tanto quanto me for possível imaginar)... e num registo humorístico um pouco menos brilhante que o dele, mas esforçado!

[Posto isto, não tenho nenhum filme em bolo rei para te oferecer, mas com todo o gosto te envio um sorriso e um abraço forte-forte cheiiiiiinho de saudades para começares o novo ano com o estado de espírito que espero que te acompanhe todos os dias... j]

And now, for something completely different

E a propósito de rituais de que sentia saudades - quase todas fomos ver os polk ao patrício, para os festejos habituais (boas-vindas, despedidas e boas-vindas-despedidas) e é bom demais estar lá como em casa, receber as boas-novas e ouvir as músicas de sempre como nunca!
E tudo muito a sério.... música a sério, amigos a sério, bebidas a sério.... que saudades!!! :P



Outra coisa de que sentia saudades era da noite de natal, e há algum tempo que não sabia tão bem...

[Não há nada como ver os teus olhos encherem-se de felicidade, por muito que te tenham desiludido. Lamento não poder oferecer-te o que mais queres, porque não há melhor presente que a presença... mas aprendamos juntas, já que partilhamos parvoíces: só importa quem cá está; quem não está... estivesse!]

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Só para ti!

Embora isto seja público e ser possível que muitos milhões de pessoas o leiam (não que o façam, mas é possível)... aqui está o post só para ti (ou no mínimo, porque o pediste :P), e isto é o que eu tenho a dizer:

1. não vamos ao cinema hoje, mas vamos aproveitar todas as oportunidades que surgirem neste e no próximo mês;
2. temos que analisar a agenda cultural cuidadosamente e estás requisitada para me fazer companhia;
3. quando quiseres apertar colarinhos chama-me.... para eu ver;
4. estava CHEIA de saudades e adorei rever-te!

Para finalizar, ouve a musiquinha dois posts abaixo, e ficas a conhecer mais um dos meus vícios!!!

;)

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Até já!

Não!
Não é uma tentativa de imitação do célebre apresentador Jorge Gabriel!
Nem sequer uma alusão ao spot publicitário da famosa operadora de telecomunicações móveis! (embora neste caso fosse tentador que a troco de alguma publicidade me oferecessem um aparelhinho...)

É um "até já" de quem anseia por dizê-lo desde que partiu!
Porque esta é provavelmente a última vez que vos escrevo de Benguela em 2008.

E assim sendo, à boa-moda de fim de ano, há que fazer um balanço, como aqueles que nos fartamos de ver, com os melhores e piores momentos do ano em todo o mundo... mas desta vez limitado a 3 meses passados em Benguela.

Confesso que tive que reler algumas das coisas que escrevi quando cá cheguei, e como sempre é uma surpresa redescobrir o que já se escreveu, e o que já se pensou!
Quando cheguei, o sentimento que mais me marcava era o medo - medo de como iria correr, medo de como iria sentir-me, medo de como correria quando tomasse verdadeiramente a consciência de estar londe de tudo... e de estar longe de tudo para estar aqui!

E a seu tempo, tudo me foi fazendo falta, pequenas coisas foram despoletando as saudades, mas fui tão bem acolhida e, por outro lado, consegui manter um contacto tão próximo com tanta gente, apesar da distância, e fui tão acarinhada, que sinto que não podia ter corrido melhor!
Há sempre momentos altos e baixos, dias felizes e outros menos, mas em momento algum senti vontade de atirar tudo ao ar e regressar, por isso, para primeiros 3 meses - em particular, primeiros 3 meses consecutivos da minha vida passados longe de vocês - não se esteve nada mal!

Agora já só consigo pensar em vos abraçar, em vos ver, vos ouvir... só consigo pensar no que vou fazer para aproveitar o melhor possível o tempo em que não vou estar longe, porque sei que o próximo período será mais longo, e por isso mais difícil, por isso tenho que trazer um carregamento extra de força, para que tudo continue a ser bom como tem sido!

Como diz a purpurina: kussi kussi...

... e até já!

PS: partyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

era uma vez...

... uma música brilhante, que saltitava de ouvido em ouvido, como que espalhando uma notícia... e cada vez que alguém escutava, não conseguia deixar de se apaixonar, e fazer dela um novo vício!

Elsiane é assim, e como estes vícios são sempre bem-vindos, muito obrigada! ;)

[minha coisa-mail-linda, acho que vais apreciar particularmente a partir do minuto 2'45]

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

e mais ainda....






(esta última é a minha preferida)

E antes que se ponham com coisas:
não, claro que não fui eu que tirei as fotos!
Eu tenho uma incapacidade inata para fotografar com qualidade!

Obrigada aos fornecedores de fotos em condições!


(pronto, tenho que admitir que, às vezes,
os inginheiros são pessoas capazes,
e prestáveis, e queridas, e tudo...

... ou melhor: tem dias!)
Posted by Picasa

mais do mesmo




Posted by Picasa

o mundo visto daqui...




Posted by Picasa

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

motivos???

As pessoas podem ter as mais diversas opiniões, é um direito que lhes assiste (e eu que o diga, que gosto de ter opiniões sobre tudo e mais alguma coisa!), e é uma atitude saudável trocar e discutir opiniões, porque é uma forma de aprendermos sempre uns com os outros!
Mas uma regra essencial no discurso, independentemente da veracidade/validade dos argumentos, é a de que nunca haja uma contradição, pelo que, quando alguém diz que não responde a provocações, não deve, de facto, fazê-lo!

Anyways....

Como eu sou pessoa de discutir, só porque sim, vejo-me obrigada a refutar alguns argumentos/espécie-de-motivos (http://fazer-a-paris.blogspot.com/2008/12/o-motivo.html) apontados por uma espécie de Senhor para justificar o facto de ter obliado o meu aniversário:

1º Quando fizeste anos, eu já estava emigrada e não me esqueci do teu aniversário.... mais: eu visitei-te (ainda que involuntariamente) quando estavas emigrado, e tu não me visitaste a mim;

2º Estou num país africano que fica mais próximo do equador e do outro lado do mundo, de facto, daí que haja um fuso horário de (tão somente!) UMA HORA, que poderia ser usado para justificares o facto me dares os parabéns com atraso de uma hora, mas nunca mais do que isso;

3º Se eu conhecesse o tintas, até lhe dava os parabéns;

4º Infelicidade a dele, por não ter emigrado, porque qualquer festejo é suplantado por festejos na praia, e com 30º, e sol, e calor, e tudo;

5º Eu estou no país onde mais se bebe no mundo, se cá estivesses aposto que bebias muito mais, e digo-te apenas que um dos passatempos da minha festa foi precisamente ver quem conseguia beber mais;

6º Se estiveste, já não estás... e amigo que é amigo, não se esquece! E eu respeito quem me apetecer!

Os "Parabéns!!" seriam muito bem-vindos, mas aquele "mas" deixa muito a desejar!

E sim, festejei com muita alegria e com verdadeiros amigos, que não se esquecem do meu aniversário, e não comi farofa nem muamba, mas comi feijoada e carne no churrasco e bolos...

E sim, o teu blog era importante para mim e, desta forma, perdeste a amizade da ÚNICA pessoa que considerava o teu blog importante!

Porte-se....

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

e mais coiso...

Como estive muito tempo sem dar notícias (e não tenho muito que fazer hoje), vou aproveitar para enviar mensagens aos meus mais-que-tudo:

1º À minha coisa-mai-linda, como sempre e destacada de todos os outros: adorei ver-te! Estás linda como sempre! Obrigada pelos postais e pelas fotos e tudo e tudo e tudo! E por me mostrares as minhas bebés! E por me mostrares a mómi! E por abrires a minha correspondência e digitalizares e enviares e coiso! E por me fazeres os recados! E receberes as minhas encomendas! E por me dares autorização (;))! E por me ouvires! E por me leres! E por me contares as novidades! E por seres tu!

2º Às minhas coisas-mai-lindas logo a seguir à 1ª... nem vou nomear, porque não tinha espaço nem tempo para agradecer tanta coisa...vou só dizer obrigada! e vocês sabem porquê!

3º À minha Bia, por se lembrar sempre de mim, por me aturar há mais anos do que dedos das mãos, pelas cusquices, pelos conselhos, pelas receitas, pelas mensagens, por me ouvir, por me falar... enfim... um, zero, zero palavras :P

4º Às minhas púrpuras e miniminhas... porque não vivo sem vocês... porque me aturam, porque me levam a passear, porque me mostram coisas novas, porque são BRILHANTES, porque são de uma força impressionante, porque são determinadas e corajosas e criativas e inteligentes sem igual... e porque vos admiro!!!

5º Às minhas assistentes incompetentes, porque são umas queridas, umas cuscas, umas dedicadas, umas interessadas, umas sempre-atentas, umas lindas, umas amigas...

6ª À minha moranguinha, que provavelmente não lê, mas façamos de conta que sim! porque me liga, e me adora, e me faz sorrir, e está sempre no meu coração...

7ª Às minhas piquenas, companheiras de fecho durante muitos anos, que já estavam longe da vista antes de vir, mas continuam perto do coração!

8ª ... a todos aqueles que, como a néni diz, "gostam de mim e me querem bem"... beijos mil!


[Sim, fico insuportável com as saudades... é que até mete nojo! :D]


PS: A todos os que se esqueceram do meu aniversário: gostei muito de vos conhecer, sabem que eu sou uma pessoa que acredita que aprende com toda a gente e se valoriza um pouquinho sempre que conhece alguém novo... tenham uma boa vida e... NUNCA MAIS ME FALEM!
Porque há pessoas que se lembram de outras, e até lhes dão os parabéns, aos outros, nos seus blogues e tudo, mas só aos outros, porque parece que eu não mereço... verdade, sim Senhor! deve ser por não escrevermos na mesma língua ou coisa parecida, não sei bem... mas também não interessa!

os meus postais...


... personalizados!!!





Obrigada! :P


Posted by Picasa

E coiso?

Pois é meus queridos! Cá estamos!

Dia 29 de Novembro...

... foi de festejos: o dia amanheceu mais cedo que o costume (para sábado)... com um objectivo em mente - fazer um bolo de chocolate! Verdade! Em Angola também se fazem bolos... não tinha era fermento, de modo que ficou um pouco compacto, mas no problem, a malta comeu na mesma, e não sei se por cerimónia de fazer a vontadinha à aniversariante, mas foi o primeiro a ser rapado do prato, mesmo com a concorrência de bolos às cores, com creme, com recheio, com amêndoas e muitas coisas mais!!!

O farnel foi feijoada, churrascada e leitão (que aqui a malta não faz a coisa por menos) e abundantemente regado a cuca, vinho tinto (fresquinho, à moda angolana :S) e outras coisas que tais... gasosa havia muito pouca, só para não dizer que não havia...

Música também não faltou, nem a respectiva dança - grande lição de kizomba que levei... acho que se não saio daqui a dançar kizomba como uma nativa alguém me dá um tiro! E devo dizer que é uma honra dançar com algumas pessoas... afinal há muitos homens que sabem dançar aqui para estes lados!

Em resumo: foi um dia muito bem passado, e em excelente companhia!
Além disso, estavam tão somente 31ºC........ :P


Dia 30 de Novembro...

... na praia, para mim, era coisa nunca vista, mas aconteceu!
(Só para fazer um ciuminho agora:) Em pleno inverno na minha terra, numa das semanas mais frias do ano... eu passei a tarde... na praia! A torrar! No calor! A morenar!
O dia acabou com um hamburguer e uma cola no Loly Burga (saudades do McDonalds!!!).

Angola é um país de extremos: verdade que tem coisas más, verdade que muita coisa falta, mas há outras coisas em abundância, para compensar, e bem feitas as contas, colocados todos os argumentos nos pratos da balança, o saldo é muito positivo e compreendo a paixão por este país!

Não fosse a distância das minhas pessoas preferidas e isto seria perfeito!
Acho que vou iniciar uma campanha pró-Angola e trazer-vos a todos para cá!





(esta foi no dia de aniversário... logo que acordei, fui presenteada com esta mensagem dos meus coleguinhas!)






(e esta é a Restinga, a macaquinha do Miguel e da Mi....)
Posted by Picasa

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Obrigada...

... pelo carinho
... pelas mensagens
... pelos vídeos
... pela lembrança
... pelas prendinhas

Desculpem a ausência... as semanas têm sido de doidos... nem sabia para onde me virar... desde o início da semana que tenho tentado arranjar tempo para escrever, mas não tem sido fácil... hoje, finalmente, consegui organizar tudo (não resolver tudo, isso não!) de forma a arranjar uns minutos para vos pôr a par das novidades!

Com tanto trabalho, óbvio que pouco tempo tem restado para o que quer que seja, e quando pensamos que restou, encostando num canto, adormeço :)
Nada de novo em relação ao fim-de-semana, continua a ser de descanso e praia, quanto à semana, de trabalho e descanso!
Ainda assim, 4ª-feira foi, obviamente, o dia mais leve, com direito a jantareco comemorativo e muitos mimos!

De resto, os dias passam a correr, com mais ansiedade que a habitual, pela proximidade da data de regresso... começo a fazer o countdown, planeio as compras a fazer e os sítios a visitar... a minha mente está mais em Portugal do que aqui!

Amanhã é a festa de anos, quase um dia de festa!
Domingo, terá que ser de descanso!

... faltam 16 dias e já sinto o frio...

terça-feira, 18 de novembro de 2008

:)

Há coisas de que não prescindo, esteja onde estiver e com quem estiver, a primeira delas é, desde logo, a música!

E esta é uma das que levo sempre comigo, tem sido uma constante - seja em que altura for, e seja qual for o estado de espírito, não me canso de ouvir, esta e outras músicas desta menina, porque são brilhantes, completas, animadoras, profundas... tudo!

Por isso mesmo, obrigado à minha querida Xana Guida, que me deu a conhecer esta maravilha há já alguns anos, que não é menos do que uma boa dezena de músicas que me acompanham em tudo desde então e até definem um pouquinho do que sou! :P

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Long time...

... no see!!!

Verdade em todos os domínios: não só aqui pelo blog, mas também fisica e presencialmente e tudo e tudo e tudo....

As saudades crescem uns bons centímetros a cada dia que passa... eu também cresço (em largura), mas não tanto quanto o vazio no meu coração...

Lembro-me muitas vezes do que me disse uma menina (belle chanteuse) que esteve há relativamente pouco tempo em São Francisco (:P) - é chocante regressar e ver que a vida seguiu sem nós... penso muitas vezes que as pessoas continuaram a viver sem mim, nas suas rotinas, ou em novas... não que isso me incomode, fico apenas a pensar e encontro-me muitas vezes nesse lugar onde entro na vida de toda a gente e fantasio sobre as suas vidas!

Lembro-me hoje que daqui a duas semanas é aquele dia e estou pela primeira vez tão longe, longe dos sítios, longe das pessoas, e longe dos rituais e dos roteiros habituais... apetecia-me pegar no carro e conduzir sem destino... até à praia (dado que é lá que vou parar sempre que supostamente saio sem destino...).

Hoje vi uma pessoa - o fofo do Bruno (:P), e ele viu-me a mim... e percebi o quanto tenho saudades de vos ver - dos rostos que me são familiares, dos meus amigos, de todas as pessoas que fazem ou fizeram parte da minha vida, mesmo que por breves instantes, e tenho TANTAS saudades das coisas mais ridículas... do iogurte líquido ao levantar, do trânsito, do meu carrinho (de o conduzir, porque de ver carros parecidos, não tenho saudades! ...aqui são aos montes!), das minhas bebés, do café no escritório, dos supermercados, das lojas, dos cinemas, da televisão, das minhas roupas, dos meus sapatos, do meu guarda-chuva, de uma fria tarde de domingo passada enrolada num cobertor a ver filmes idiotas... e de tudo e todos os que nem vale a pena dizer, porque é óbvio, e eles sabem quem são!

E por muito que goste de aqui estar, nunca vou sentir o mesmo daqui... por muito que me agrade saber que em pleno Novembro entrei na água de mar mais quente onde alguma vez me banhei na vida... nunca me vai custar tanto saber que estou longe de um sítio como saber que estou longe daí!


Quero as minhas raízes como nunca!


E embora esteja a viver naquela minha paz, só minha, recuperada e bem-vinda, aquela de que sentia falta antes de partir...
tenho saudades de te ver, e de te abraçar!

E é o que me apetece fazer todos os dias, e é só nisso que penso quando prevejo o que farei assim que chegar:
correr para te abraçar... mesmo sabendo que não vais lá estar... :'(

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Mais uma semana!

Fim-de-semana com direito a visitas!
Benguela está para Angola assim como o Algarve está para Portugal... com fim-de-semana prolongado, Luanda invadiu Benguela perturbando a paz habitual! :P

Sexta

Dia de trabalho: nem vamos falar sobre isso...
Jantar: Costeleta de porco na Moreninha
Noite: Lobito's Café
...nada de novo!

Sábado

Às 10h a trabalhar, às 13h a comprar no Shop Rite, às 14h a almoçar no Nó-Nó (já com os amigos de Luanda)... o resto do dia a passear pela Restinga, com direito a café no Terminus e copos no Zulu, para mostrar tudo à malta!
Jantar: Bife à Escondidinho no Escondidinho (não, Benguela não foge à regra e tem um restaurante que se chama Escondidinho).
Café: Porta-Aviões.
Noite: Depois da tentativa falhada de ir ao Tchirinawa, que estava a rebentar pelas costuras de tal forma que nem vestida de tigresa lá entrava, fomos ao... Escondidinho (é restaurante e discoteca!!!).
... nada de novo, mas com pior qualidade, a não ser o espectáculo de dança fornecido por dois meninos (ambos.... meninos)...

Domingo

Manhã: curtinha :D
Tarde: Praia na Baía Azul;
Jantar: amostra de bife à parmegiana (pelo menos tendo como ponto de referência o tamanho habitual das doses) no Pátio do Areias, na Pensão Contente;
Noite: Tchirinawa...
... mais uma vez, nada de novo!

Segunda

Manhã: despedida da malta, com direito a passeio por Benguela
Almoço: Filetes de peixe com molho de camarão (delicioso!), novamente no Pátio;
Tarde: tentativa de tosta na praia, mas muitas nuvens... ainda assim, consegui molhar as calças ao medir a temperatura da água vestida (sempre a pontuar!);
Jantar: hamburguer no Loli Burga (Loli não sei se é assim, mas Burga é mesmo Burga :)).
Serão: de trabalho, nem convém lembrar... não deixes para amanhã o que podes fazer... depois de amanhã....


O que ficou: a certeza de que estou uma semana mais próxima de regressar!!!


Novidades: uma, mais ou menos interessante - um telefonema à chegada ;)
Pena que continue longe... mas deu algum ânimo!


Desculpem a forma do relato, mas é meio-dia e já levo 8 horas de trabalho hoje.... no comment!


(saudosa como nunca!)

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

On behalf of Anetxi...

Mensagem de Vossa Excelência, Anetxi:

"Depois de várias tentativas falhadas de deixar um comentário no blog desta minha irmã, de muita frustração e de revolta contra este espaço que está
constantemente a reprimir o meu direito à livre expressão, decidi tomar uma
atitude revolucionária e contactar a autora do blog de forma a poder deixar a
minha opinião sem qualquer tipo de restrições.
Os motivos por trás desta minha impossibilidade de mostrar a minha afeição pelo ser que partilha os mesmos progenitores que a minha pessoa, estão além do meu conhecimento, mas acho que o público em geral concordará comigo quando eu, uma pessoa com um status claramente superior, afirmo qualquer coisa que neste momento já não me está na memória devido ao facto de o meu raciocínio ter sido interrompido pela minha mãe com o aspirador e as consequências que esse acto causou na forma de agir dos animas de estimação desta casa.
Desta forma, pretendo transmitir a mensagem de que:
- não falta nada naquele pequeno almoço;
- a imagem das crianças com as cabras parece saída de um documentário da BBC;
- Arctic Monkeys é uma banda e peras;
- poesia à hora de almoço provoca-me dores de estômago;
- EU sou a pessoa favorita! EU apareci em primeiro lugar e dividida de qualquer
agrupamento que pusesse em causa a minha individualidade;
- a minha irmã tem uma osguinha a viver atrás do espelho do quarto dela;
- jokas ninah* e’x bu’ex deh windah i euh dowtxih pawa xempreh (L’

Boa Pascoa para todos vós, em especial, como é obvio, para a dona do blog, e para os agrafadores, por quem eu nutro um grande carinho hà muito tempo, mas que
infelizmente só agora começo a encontrar pessoas que partilhem a minha dedicação por este acessório de escritório."


[Devo lembrar que a adoro para lá de muito? mais do que os meus braços podem abraçar? mais quente que o verão e mais longe que o japão? ... és linda!]

linda!



Fim-de-semana: podia ter sido melhor.

Estado de espírito: ligeiramente deprimido.

Razão: não vale a pena explicar, não merece!

Motivos para se preocuparem: nenhuns!

Saudade: hoje em particular (sem nenhuma razão em especial, só porque sim :P) da música... das tardes de ensaio... das conversas... de tudo o que é Púrpura...

Vontade de: praguejar! (por isso é melhor não escrever muito)

Pensamento do dia: Quanto mais conheço os homens, mais gosto de agrafadores!!!

Promessa a não cumprir: nunca mais volto a acreditar na bondade e na seriedade dos coiso!

Dúvida existencial: num mundo onde achamos que tudo é possível, e as pessoas são capazes de mudar tudo, como é que ainda ninguém se lembrou de inventar a assexualidade?

Agradecimentos:
- à minha pessoa preferida, mais-que-tudo, minha little-sister, que me enviou estas fotos mai-lindas que me animaram o dia,
- à restante família pelas razões óbvias (em particular à minha tia, que me ligou na sexta para eu poder falar com o meu afilhado lindo e me dá conselhos úteis, como "não engordes, lianinha!"),
- aos meus amigos, por existirem e serem pessoas excepcionais e por se darem ao trabalho de me conhecer e gostarem de mim, mesmo assim, defeituosa, e
- aos colegas da Catumbela, por me mostrarem que há coisas que são iguais em todo o lado e que a estupidez não escolhe nacionalidade nem idade, mas apenas género!


... e ainda perguntam porque sou assim vil....
Posted by Picasa

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Não me estranhem!

Tudo normal!

Tudo corre como deve correr... e o trabalho, melhor que o costume nos últimos tempos: nada como ter o patrão por perto para intimidar os clientes. Basta um telefonema, e vêm todos a correr relatar-me o que andam a fazer, porque ainda não apareceram, e até prometem entregar-me tudo o que pedi há 3 semanas já na próxima, ou ainda nesta, até! (a ver vamos....).

De modo que estes têm sido dias completos.... muito! Daqueles de sair tarde, trabalhar em casa... como já quase não me lembrava.
E por incrível que pareça, sabe mesmo muito bem!
Esse sentimento familiar de stressar com o que está por fazer, organizar milhões de coisas, tentar fazer tudo ao mesmo tempo... chegar ao escritório, colocar os phones e não fazer mais nada a não ser ficar concentrada no trabalho enquanto ouço música, esquecer-me que são horas de comer, esquecer-me que é hora de ir para casa, comer alguma coisa e só pensar exactamente naquele ponto onde fiquei...

...voltei a mim!

Adoro o meu trabalho! Acho mesmo que sou privilegiada, porque por muito mal que corra um dia de trabalho, não deixo de ser feliz com o facto de ter produzido alguma coisa! Há poucas coisas (há!, mas são poucas...) que me façam mais feliz do que fazer o meu trabalho e saber que o fiz bem!

E sei o que estão a pensar: "tudo o que é demais enjoa!"; mas há ainda outra vantagem neste emprego, e em particular por estas bandas - os períodos de trabalho-como-se-não-houvesse-amanhã vão alternando com dias relaxados e o equilíbrio vai-se mantendo!

Hoje estou sozinha no gabinete (que habitualmente partilho com um colega apenas - ele está doente e ficou de cama). Eu gosto muito de trabalhar em equipa, aliás, não era possível fazer um bom trabalho se assim não fosse, mas de vez em quando poder controlar tudo e ter este espaço só para mim é o céu!

Por isso estou muito feliz hoje, e apesar de ainda não ter terminado tudo o que defini para fazer hoje, tinha que partilhar isto convosco...



"Und stirbt er einst,
Nimm ihn, zerteil in kleine Sterne ihn:
Er wird des Himmels Antlitz so verschönen,
Dass alle Welt sich in die Nacht verliebt
Und niemand mehr der eitlen Sonne
huldigt...."



(porquê em alemão? só para não ser demasiado fácil, e para dar um gostinho à minha lux, que assim sabe que vai ser a primeira a perceber
por alguma razão em especial? não! só porque é uma das passagens preferidas da minha peça preferida
porque estou desde já a esclarecer? porque sei que vocês são umas cuscas com uma vocação fortíssima para fazer filmes)

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

terça-feira, 21 de outubro de 2008

bom dia

No que diz respeito a estes senhores, difícil é escolher uma favorita, porque todas as músicas são geniais, mas como sinto que esta traz uma energia fora do normal, e o videoclip é bem simpático para os meninos (e eu sou amiga dos meus amigos, portanto já sabem que só coloco aqui vídeos bonitos)... portanto, aqui fica, com votos de bons dias cheios de energia!

:P

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Dombe




Sábado foi para visitar o Dombe Grande. Uns colegas foram em trabalho e levaram-me a conhecer um pouco das redondezas de Benguela!
A maior parte do caminho é feita por estradas de terra, aos solavancos, rodeados de uma paisagem mais ou menos deserta, plana, e de vez em quando com imagens que parecem de autênticos oásis, com palmeiras, lagos, cubatas... daquelas que associamos ao cliché do amor e uma cabana... Infelizmente, apesar de eu ter o jeitinho bem conhecido para tirar fotos (perdoem só, ya?), as fotos não conseguem transmitir a beleza deste sítio... só vindo cá, mesmo! Por isso, toca a visitar-me, ok?!?

O resto do dia teria sido passado na praia, não fosse o mau tempo... assim sendo, passeámos pela costa, fiquei a conhecer a Baía-Farta, a Caota, e a Baía-Azul já conhecia...

Domingo sim, estava um tempo óptimo para ir tostar um bocadinho, mas não havia espaço no meio de tanta gente, pelo que nos dedicámos à pesca (literalmente!) - claro que eu, pessoalmente, não pesquei... mas em média pescámos menos que um peixe e mais que meia-dúzia de cucas cada um!

Conclusão: mantém-se a violência habitual ao fim-de-semana, continua a não se aprender nada... e mata-se muito neurónio... tenho que me deixar disto!
Posted by Picasa

Pequeno-almoço


:)))
Posted by Picasa

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

grrrrr!

Não sei se já tive oportunidade de partilhar convosco que pessoas que não sabem conduzir e pessoas que mastigam de boca aberta me irritam profundamente! Não são as únicas características que me incomodam, mas hoje estou particularmente sensível a estas duas...

vícios...

Ha Ha, de Emiliana Torrini... não consigo deixar de ouvir.... dá vontade de rir!

(obrigada pela apresentação JFD :P)

terça-feira, 14 de outubro de 2008

4 semanas

Faz hoje 4 semanas que aqui cheguei...

Este foi o meu sábado... umas horas num sofá, outras no outro :P

Fiquei por casa, a "minha", finalmente (os meus sofás são bem fofinhos!), não tinha carro nem companhia, por isso cozinhei, comi, li, vi televisão, dormi... pensei um bocadinho, não muito, para não me cansar :P e até vi o filme do Garfield.

Tenho um abastecimento de carne de porco na arca congeladora suficiente aí para uns 3 anos, logo o almoço foi carne de porco salteada à moda de caramela-que-não-sabe-cozinhar com batatas aos cubinhos fritas (confesso que me estava mais a interessar o acompanhamento que a carne e estava com um particular desejo de comer batatas aos cubinhos...). Também tive tempo para lavar loiça, descansar, fazer chá, descansar, arranjar as unhas, descansar, arrumar roupas, descansar, fazer a cama, descansar, beber um chocolate quente, descansar.... (isto para terem uma ideia da canseira que foi.... ufa!).

Descobri que me falta um coador, um piaçava, um cesto para a roupa suja, um suporte para talheres, frascos para colocar a esparguete, o arroz e assim (não me apetece que andem bichezas a passear por embalagens abertas), guardanapos, compota, salsichas, atum... também me falta um microondas, uma toradeira, uns chocolatinhos, uns iogurtes, entre outras coisas com as quais nem vale a pena sonhar... no meio de tantas descobertas, não tive tempo para deixar de adorar passar um dia apenas comigo!


À noite, lá tiveram a amabilidade de me ir buscar para jantar, no Pátio do Areias, o restaurante da Pensão Contente. Comi um choco grelhado delicioso (tudo muito bem servido, dá uma luta interessante....), tomámos café na esplanada do Porta-Aviões (ainda não vos tinha falado deste - é um restaurante que tem este nome porque tem, de facto, a forma de um porta-aviões) e seguimos para o Lobito - serão no Lobito's Café. Éramos 4 pessoas, eu e 3 senhores que, em vez de me protegerem (como é habitual que aconteça, pondo de parte a discriminação de género), lançaram-me para a boca do lobo, e perante um convite de um angolano para dançar uma tarrachinha, em vez de me salvarem, quando eu digo que não sei, dizem "vai lá! aprendes!"... temos que encarar que a dança é apenas dança, apesar de ser bastante, vá!, sensual.... e pronto, não é assim tão mau, é apenas... TRAUMATIZANTE!!!

Domingo foi dia de patuscada! Cerca de 25 pessoas (portugueses e angolanos) à volta de uma mesa a comer arroz de carne, frango frito, saladas diversas, batatas fritas, sopa... e até leitão, muito bom, por sinal! Tudo muito bem regado a Cuca, Carlsberg, vinho tinto, Coca-cola, Sprite, e diversos sumos de fruta... um miminho que durou das 13h às 22h!
A malta da Catumbela continua a ser a campeã da hospitalidade, estão sempre atentos e preocupados com o bem-estar dos seus convidados, são verdadeiros anfitriões, algo que nem no nosso Portugal (que até é bastante hospitaleiro, ou hospitalar, de acordo com um futebolista qualquer...) se vê!

Hoje tive uma bela surpresa... penso que já tinha comentado um dia destes como é difícil encontrar gente com inicitaiva e novas ideias por estas bandas, right?
Pois bem, hoje abri a porta à minha "maid" por volta das 07h20, hora habitual de chegada e fui vestir-me (vestir-me para sair... não estava despida, naturalmente!). Sou extremamente metódica, então encontrei este formato de organização do tempo que me parece o ideal: abro-lhe a porta, visto-me enquanto ela serve o pequeno-almoço e quando estou pronta ataco o mata-bicho... Pois bem, qual não é o meu espanto, hoje, quando, ao voltar à sala, tenho na mesa não apenas o meu pãozinho fresco, a manteiga, o leite quente, o chocolate e o café... mas ainda, quentinho, ainda a fumegar, fantástico e bem passado........... (rufos de tambores)......... OVO ESTRELADO!!!!! :D

Muito bom! Quase lhe dava uma beijoca! É claro que isto lhe podia sair muito mal, eu podia ser daquelas pessoas que odeiam essas coisas pela manhã... mas suspeito que ela já percebeu que eu sou um pouco comilona... perspicaz a miúda!

E pronto... apenas uma má experiência ontem à noite com uma barata GIGANTE na minha cozinha, no meio do tachos, que fez com que o acto de jantar se tornasse uma verdadeira aventura - claro que fiz uma daquelas figuras idiotas de saltar, sair a correr, gritar, procurar insecticida por toda a casa (e não, não havia), arrepiar-me todinha só de pensar naquelas antenas viradas para mim, e até falar com a maldita barata - experimentei ameaçá-la de morte a ver se ela fugia (e não, não resultou!). Resultado: lá ganhei coragem para voltar a entrar na cozinha, voltar a fechar a porta do móvel dos tachos, agarrar no tachinho que estava no frigorífico, levar para a sala, sentar-me estrategicamente na mesa de forma a observar eventuais movimentos do inimigo enquanto comia o meu arrozinho de cenoura e os meus bifinhos grelhados (não, não aqueci, para isso teria que estar na cozinha virada para o fogão - de costas para o armário onde estava montada a emboscada!) :S

... eu sei, era quem me desse um par de estalos - isso ou uma uzi para ter no bolso e estar sempre prevenida quando me aparece uma bicheza destas.... ainda bem que moro sozinha.... é só figuras triste naquela casa! :D

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

:'(

Ia contar-vos o meu fim-de-semana, mas a vida troca-nos as voltas...
Tudo bem por aqui!
Só lamento que por aí não aconteça o mesmo... quem me dera poder fazer alguma coisa... Há poucas coisas piores do que termos plena consciência de que somos impotentes em relação a alguma coisa... e achamos que somos grandes e temos as certezas todas... pois não somos! Nada é certo, nem adquirido, nem inabalável... no meio da rotina é que nos esquecemos de dar valor às coisas certas!

Se pudesse, empacotava força e enviava pelo correio, como não posso, fico a lamentar estar fisicamente longe e a desejar que o tempo corra depressa a curar as feridas! :(

amm...

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

boa noite e até já!!!

Estava aqui toda contente, depois de uma apresentação de software por portugueses para angolanos verdadeiramente surreal (cruzes credo, deus mi livri, onde é que eu me vim meter?!?!?!?!?), a adiantar umas coisitas para a próxima semana, finalizar uns documentos, organizar umas pastas, quando me ocorreu: estando eu do outro lado do equador, será que posso inverter uns provérbios? Faz sentido que possa, não é? Afinal, isto é suposto ser como que simétrico daí... então será que posso, assim de repente, por exemplo, aleatoriamente... deixar para depois de depois de amanhã aquilo que posso fazer hoje? e escrever um belo texto de desejo de um feliz e gostoso fim-de-semana?
Ora, analisando bem a questão, e fornecendo desde já a minha não solicitada, desinteressante, e até particularmente entediante opinião (hoje que estou extremamente choné.... ainda mais que o habitual): sim! posso aproveitar para enviar uma pequena mensagem! até porque já passa da hora do expediente :P

Assim sendo, a

novidade deste fim-de-semana é: já vou para a minha casa! ou aquela-que-será-a-minha-casa-nos-próximos-e-largos-meses-da-minha-vida!

e o

susto deste fim-de-semana é: vieram entregar-me há pouco a chave da casa, uma cópia para mim, outra para a Delfina (a minha empregada!) e, junto com os pequenos molhos de chaves - uma da porta de entrada, outra do cadeado da grade da porta de entrada, outra da porta da varanda, outra do cadeado da grade da porta da varanda, outra do portão que dá acesso ao quintal da vizinha, onde está o gerador... bom, junto com as chaves... entregam-me uma lanterna! UMA LANTERNA!

...e sabem que mais: tenho um depósito de água (não vá a água de rede falhar), um depósito grande, muito porreiro, vai enchendo, tem um travão para quando a água atinge o topo, muito giro... sabem como funciona? eu explico: ele está ligado à água de rede - havendo água e espaço dentro dele, ele enche - e bombeia a água para a casa através de uma electrobomba, que está ligada à corrente... o que significa que TODA a água que entra em casa, passa pelo depósito e, inevitavelmente, pela electrobomba, que sendo uma ELECTRObomba, funciona (espantem-se!) a energia eléctrica, que é fornecida pela rede geral, a não ser que a luz da rede falhe, e nesse caso, no problem!, liga-se o gerador, que está no quintal da vizinha do rés-do-chão, que fica a 3 andares de distância do meu apartamento, cujo acesso é feito por um portão do qual eu tenho a chave.... tenho TUDO aquilo de que preciso!


... agora, parem um pouco, relaxem, fechem os olhos... e imaginem que falha a luz precisamente quando eu estou a tomar banho... devo lembrar que vivo sozinha? que a minha empregada sai às 15h e só volta no dia seguinte?


... e lembram-se da lanterna?


(temo que andar pela casa às escuras seja o menor dos meus problemas!)

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

música a sério...

... daquelas que fazem sonhar...

(este videoclip é LINDOOOOOO!)

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

musique!

Isto está a bombar por estes lados! Hoje vi esta música numa colectânea "home-made" (;)) e adivinhem como estava lá escrito o nome... "Set mint"... no comment...

Confesso que quando ouvi esta música me lembrei logo que há cerca de um ano estávamos 3 caramelas (mais uma que por lá continua) a vaguear por Paris! E foi espectacular, esteve-se mesmo muito bem... tenho saudades, temos que lá voltar! Foi então que me lembrei da fantástica construção frásica, que tantas vezes usávamos, e voilá: Qu'est ce que tu penses? Que a pula não dance? :P

Também me fez pensar que por muito que tentasse, não imaginaria estar onde estou agora, o que não deixa de ser curioso, porque estava precisamente nesta mesma fase há um ano atrás - a de incredulidade perante as surpresas que a vida me trouxera - estava incrédula na altura, e estou incrédula agora... apesar de por motivos completamente diferentes e por percursos que em nada se assemelham!

E sorrio ao pensar numa verdade, que parece um cliché, mas não deixa de ser verdade: a vida dá TANTAS voltas! e por muitas voltas que dê, sou feliz! porque o que vale, vale...

[can't take a smile out of my lips... =^.^= ]

terça-feira, 7 de outubro de 2008

chuva, chuva, chuvinha

Ontem choveu!
Só durante a noite, como me disseram que é habitual em Benguela - chover pouco e à noite. Também consta por estas bandas que logo a seguir às primeiras chuvas começa a verdadeira tostini, portanto terei que fazer um esforço para não voltar uma lili gratinati!!!

:P

Sabem que, por vezes, quando trabalho bastante, fico um pouco choné... perdão!

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

:D.... :)..... :|..... :(...... :'(


Os dias passam a correr!

Parece que ainda ontem escrevia sobre o fim-de-semana passado, e quando dou conta já passou mais uma semana e mais outro fim-de-semana... ainda assim, a viagem parece ainda tão longínqua e começa a crescer uma ansiedade de voltar, estar com toda a gente, passear pelas ruas da minha cidade, olhar para o meu rio, fazer umas comprinhas (:P)...

Este fim-de-semana teve as diversões do costume - o passeio habitual, a pastelice habitual - com um pequeno acréscimo, algo que nunca imaginei, algo que ainda hoje me fascina, e quando revejo o meu fim-de-semana nem acredito que aconteceu mesmo...

Ao contrário do habitual, este último sábado trouxe consigo uma oportunidade fantástica: a de formar uma angolana! Sim, formar! Mas não em temas de interesse social, económico, intelectual, filosófico, cultural, nem sequer artístico... formar sim... mas em hotelaria!!!

Visitada por uma funcionária de limpeza (do escritório) a quem resolveram atribuir a tarefa de nos servir pequeno-almoço e almoço naquele dia (porque a nossa empregada habitual não trabalha ao sábado, vai à igreja...), qual não foi o meu espanto quando, ao solicitar que ela me preparasse o "mata-bicho" enquanto eu tomasse a minha banhoca relaxante e renovadora de sábado de manhã (preciosa, depois de uma sexta à noite de folia), a resposta dela é a seguinte:


"A Dra. tem que ensinar.... eu não sei fazer nada disso!"


Claro que fiquei a olhar para ela embasbacada durante uns segundos... lá disse que tinha apenas que aquecer leite, fazer café e colocar as coisas na mesa... e (espantem-se novamente!) voltei a fitar aquele olharzinho expectante, de quem não faz ideia do que fazer e quase implora por ajuda... não resisti ao apelo, e lá ensinei a ligar o fogão, a fazer o café (deviam ver o olhar de espanto da criatura a ver o café subir!!!), a colocar a louça na mesa, o pão, a manteiga...


A verdade é que, provavelmente, na sua ainda curta vida, ela nunca experimentou sequer um pequeno-almoço assim, não sabia sequer que existia algo melhor do que passar um dia com um prato de papa, ou farinha, ou funje, ou seja lá o que for, no estômago... e saber disto é chocante - saber que há gente que não tem, nem sabe sequer o que é ter o que nós temos, e viver o que vivemos!


E nós, por outro lado, por muito más condições que enfrentemos ao vir para aqui, por muito que tudo isto seja diferente de tudo o que conhecemos e por muito mau que seja comparado a tudo aquilo a que nos habituamos, nunca vamos saber o que é verdadeiramente viver como eles, nas condições em que vivem, com as dificuldades que têm!

Mas alertam-me, e eu acredito, para a certeza de que esta gente ainda me vai desiludir... que vou acreditar neles e eles me vão deixar ficar mal, que vou ter pena deles e eles não vão ter consideração por mim... acredito, mas quero acreditar que também me vou cruzar com o oposto, com gente que precisa de ajuda, me deixa ajudar e me ajuda também!

É claro que não seria quem sou se não estivesse já a sofrer por antecipação e sei que, mais tarde ou mais cedo, vou sentir-me inútil, vou querer abraçar (já quero!) o mundo inteiro e não vou ter braços para isso, vou querer dar colo ao mundo inteiro, mas vai ser grande demais para mim... e já sei que vou sofrer com isso, mas estou ansiosa por fazer alguma coisa e já sofro com o facto de ainda nada ter feito!



.


.


.


.



e tirando estes momentos de reflexão, inútil como o sofrimento, cá se vai vivendo, com a cabeça entre as orelhas, mas como verdadeiros deuses, para uns, ou no inferno, para outros, é só uma questão de perspectiva... a minha é a do copo meio-cheio, e acredito que assim continuará por bastante tempo!

[Eu, no fundo sou uma pessoa muito crente :P]


PS: ali está a osga de estimação que habita a nossa janela de cozinha... vai fazendo umas aparições muito tímidas, mas é mesmo muito gira, tenho pena que não se consiga ver bem na foto, mas é assim cor-de-rosa, meio transparente... muito engraçadinha!

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Um novo sonho!

Há que entender que este meu blog não seria verdadeiramente O MEU blog se aqui não se falasse de uma das coisas que eu mais gosto neste mundo, que me faz sonhar e me dá força quando estou em baixo... além de ser um meio de transporte agradável e o meu preferido: o belo automóvel!!! :P

Ora... maldita a hora em que descobri este na Super Interessante!






















Não sei se já ouviram falar, mas este é o novíssimo, ainda por lançar, Lightning GTS, da Lightning Car Company - segundo dizem, o primeiro a conseguir aliar verdadeiramente a alta performance à ecologia, e que, além de ter um design retro lindíssimo (mesmo à minha medida ^.^), segundo a malta lá da Lightning, tem


"the very best drive system technology available anywhere in the world. This advanced motor technology now has phenomenal torque and power capability which is integrated within a wheel assembly. There are no gearboxes, differential, axle, drive shafts or propshafts to contend with. All of the power is generated at the wheel, the point at which it's required, which eliminates mechanical complexity and power losses experienced in standard sports cars. These lightweight and ultra powerful motors don't add significant extra unsprung weight and are therefore ideal in that position"


O problema é que isto é uma espada de dois gumes!

Se, por um lado, o meu lado apaixonado por tudo o que tem quatro rodas e faz vvvrrrruuuuummmmm (excluindo as moto4, que essas só chateiam!) estremece só de olhar para as fotos desta coisa-mai-linda!, o meu lado de filha não deixa de ficar preocupado... porque se o dito cujo poupa até na complexidade da mecânica, cheira-me a reforma antecipada para o meu paizinho (que eu amo, vá... mais que a todos os carritos larocas do mundo, tipo "mais alto que as nuvens" e muito "mais longe que o Japão", claro está!).

Não que fosse mau ele reformar-se, mas convinha que eu ganhasse o euromilhões... porque assim resolvia os 2 problemas, mas como eu não jogo... vou-me ficando pelo sonho, e na esperança de que a moda da descomplexificação não pegue...


(aqui fica o link, para eventuais interessados... http://www.lightningcarcompany.co.uk/)

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Saudade!



Hoje tenho saudades... acordei numa melancolia doce de quem sonha com quem está longe mas lá estará na hora do regresso, de braços e coração abertos!
Hoje tenho uma lagriminha... daquelas que teimam e teimam, mesmo que tentemos conter, mas daquelas de alegria, porque esteja onde estiver, sei sempre para onde posso voltar.
Hoje tenho o coraçãozinho apertado, porque me faz falta esse carinho só teu e esse teu olhar carregado de amor, único e incondicional...
Hoje o meu pensamento tropeça nos teus conselhos, no teu cuidado e naquelas lembranças de tantos dias passados juntas.
Hoje não falei contigo, como ontem, porque tenho a voz entalada num soluço.

E peno porque sei que também não podes ler, nem sabes sequer onde estou, mas confio que alguém to transmita...

Faz-me falta aquele teu abraço! :'(

(obrigada pelo link dos Doces Cariocas, Isabel!)

terça-feira, 30 de setembro de 2008

hoje acordei com esta música na cabeça...

I'm yours - Jason Mraz

Well you done done me and you bet I felt it

I tried to be chill but you're so hot that I melted

I fell right through the cracksand now

I'm trying to get back

Before the cool done run out

I'll be giving it my bestest

Nothing's going to stop me but divine intervention

I reckon it's again my turn to win some or learn some

I won't hesitate no more, no more

It cannot wait, I'm yours

do ya do ya do ya did

Well open up your mind and see like me

Open up your plans and damn you're free

Look into your heart and you'll find love love love

Listen to the music of the moment maybe sing with me

A la peaceful melody

And It's our God-forsaken right to be loved love loved love loved

So I won't hesitate no more, no more

It cannot wait I'm sure

There's no need to complicate

Our time is short

This is our fate, I'm yours

Scooch closer dearand i will nibble your ear

I've been spending way too long checking my tongue in the mirror

And bending over backwards just to try to see it clearer

My breath fogged up the glass

And so I drew a new face and laughed

I guess what i be saying is there ain't no better reason

To rid yourself of vanity and just go with the seasons

It's what we aim to do

Our name is our virtue

I won't hesitate no more, no more

It cannot wait I'm sure

There's no need to complicate

Our time is short

this is our fate, I'm yours

Well no no, well open up your mind and see like me

Open up your plans and damn you're free

Look into your heart and you'll find love love love

Listen to the music of the moment come and dance with me

A lá one big family

It's your God-forsaken right to be loved love love love

I won't hesitate no more, no more

It cannot wait, I'm sure

There's no need to complicate

Our time is short

This is our fate, I'm yours

No please, don't complicate

Our time is short

This is our fate, I'm yours

No please, don't hesitateno more, no more

It cannot wait

The sky is your's!

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

weekend



FABULOSO!!!

Não, não me estou a referir à marca de detergentes, mas à realidade do meu fim-de-semana: um estrondo!

Apesar de ter começado vergonhosamente, dado que adormeci como uma menina na sexta-feira e só acordei no dia seguinte, de tal forma que nem vi o meu Puoooorto, carago! (Cheirinho a leite, lá em casa...), foi correndo pelo melhor a partir de sábado e atingiu o seu auge ontem à tarde!

Uma má experiência, que não recomendo a ninguém, todavia!: não sei se têm consciência, mas esta malta passa-se um bocado, aka, dão-lhes-estradas-novas-e-eles-matam-se-a-rodos!!! No sábado à noite, a caminho do jantar no Hotel Restinga, vi pela primeira vez um morto na estrada... sim, estava morto, e não, não é raro acontecer.... confesso que fiquei um pouco impressionada, até porque mais tarde vimos mais 2 acidentes (um choque forntal entre duas Land Cruisers e uma carrinha que ARRANCOU a bomba de abastecimento!!!!!!)

Valeu o maravilhoso jantar no Hotel, dado que comi lagosta grelhada, e já estava com uma ligeira saudade de marisco e coisas BOUAS! e sabem como é importante para mim alimentar-me bem ;)

Lá no Hotel (que, já agora, esclareço que fiquei a conhecer porque quem o está a gerir é um casal de portugueses amigo do meu coleguinha Eng.º)

Sábado
Mas já o dia tinha começado bem, dado que depois de ter dormido como se não houvesse amanhã, acordei, mimei-me um pouquinho (banhoca, cremes, máscaras, limas e coisas assim), comi o meu Nestum, vi um filme, e parti com o Sr. Eng.º para o Lobito - fomos ao Shop Rite fazer comprinhas e ao Zulu (bar na praia!) almoçar um prego com batata e ovo a cavalo (pronto, este foi o ponto fraco, dado que esperei 1 hora por uma amostra de carne acompanhada de óleo com batatas, mas tasss, não sou esquisita...).

[aposto que a maior parte das meninas está a suspirar pela qualidade da minha fútil manhã... mimos e compras...]


Logo de seguida conheci a Restinga! É tão fofiiiinha!!!! Muito querida, mesmo, assim que cheguei ao pé dela, puxou a minha mão para lhe fazer miminhos! ^^ fiquei logo derretidinha!!!! ... e passamos a tarde com o casal amigo a jogar cartas e ver tv até à hora de jantar... voltámos a Benguela já às 3h da matina e, quais bebés de leite, fomos pa caminha, porque já estávamos cansaditos!

Domingo
Às 10h já a pé, lá comi o meu Nestum, vi um filmezito, pastelei, almocei e lá fomos para a Catumbela, para assistir à prova de karts, que começava às 16h... a prova foi muito fixe, a pista é a própria vila, e descobri que a malta até tem jeito para a coisa, mas não houve grandes acidentes nem esbarramentos aparatosos, como o meu povo gosta!

Mas o ex-libris da Catumbela é, sem dúvida, o povo - lindo, afectuoso, caloroso, puro, divertido... e campeão da emborcação de fino!!! Cruzes! Nunca vi beber TANTO fino na minha vida... esta gente bebe como se não houvesse amanhã... e independentemente do "amanhã" ser segunda-feira!!!

Mas a melhor parte foi mesmo o facto de ter sido, de imediato, acolhida como se já me conhecessem desde criança - são LINDOS!!! Toda a gente é afectuosa e quer garantir que eu tenho tudo... e tudo do melhor, ou seja: bebemos finos do melhor (acho que era Ngola, a melhor cerveja Angolana, mas se não era, parecia, porque era muito boa :P), comemos caranguejo do Namibe, tremoços, picanha, chouriço e alheira!!!
E ainda voltei para Benguela a conduzir a Hilux, que já tinha saudades :P...

Querem melhor? Nem no paraíso, mesmo!

[antigamente dizia-se que os homens se conquistavam pelo estômago... mas acho que estamos verdadeiramente a evoluir na igualdade dos sexos... acho que já me conquistaram ;)]






sexta-feira, 26 de setembro de 2008

que arte!

video

Polícia Sinaleiro em Luanda.

Carinho?


Qual carinho, qual quê?

Desenganem-se aqueles que pensam que a família está cá para nos apoiar e dizer que temos razão! Nada disso!

Nada como uma BOA dose de insensibilidade e imparcialidade pela manhã para o dia correr logo melhor...

Se, em vez de nos fazerem um carinho, nos bufarem na ferida, colocar paninhos quentes na testa e nos levarem uma canjinha à caminha quando estávamos doentes, os nossos paps nos tivessem berrado insensivelmente: "não faças fita, faz-te mulher(homem)!" nós seríamos muito mais fortes e nada nos poderia pôr em baixo!

Sorte a minha, que tenho uma irmã que trata disso, e sempre que eu estou em baixo e preciso de desabafar... ou quando estou a criar expectativas irracionais acerca de alguém ou alguma coisa... trata de me chamar à razão e me dizer as verdades, nuas e cruas, como elas são, sem meias palavras, sem paninhos quentes, e sem palmadinhas nas costas!!!
Porque isso é o que eu mereço e o melhor que ela tem para me oferecer (sem qualquer tipo de ironia, agora!).

E só porque eu tenho um orgulho ENORME em tudo o que ela é, apesar de não concordar com o que ela diz e preferir continuar a ver as coisas com a minha dose de romantismo inocente (porque somos diferentes e isso define quem eu sou, e NÃO QUERO mudar)... tinha que partilhar com toda o mundo que a ADORO, tal como ela é, e não sei viver sem ela!!!

(Toma lá!)

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

novo ritmo


Regresso à paz de um lugar familiar... a pouca poeira que levantou, já assenta e posso agora refazer a rotina que, essa sim, é muito diferente!
Faz hoje uma semana que aqui estou e estou como em casa...
também não há muito para conhecer, o que facilita as coisas!!!

(se hoje dançasse, seria uma valsinha...)

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Quase tudo!


O fim-de-semana foi de morte... há apenas uma discoteca em Benguela (que até é engraçada), o nome é Tchirinawa, e o que é verdadeiramente divertido na noite é observar o comportamento dos locais... qual National Geographic! É incrível como somos diferentes... há um clima constante de engate aqui (as mulheres são MESMO agressivas!!!).
(Óbvio que não vou contar as minhas figurinhas... quem me conhece sabe que eu me porto sempre bem!)

Por outro lado, há uma pequena comunidade portuguesa aqui, e dado que os meus colegas têm feito o grande favor de me aturar e levar a todo o lado, sinto-me quase em casa....


No domingo até fomos à praia... que também é um conceito um pouco diferente aqui... ou melhor, para nós é o normal (pastelar e tostar) mas para os Angolanos ir para a praia está intimamente relacionado com beber até cair e deixar o lixo na areia... o pôr-do-sol é que é um pouco precoce... aí por volta das 17h30, 18h já não há sol... :(


Ontem tive duas experiências importantíssimas e que estavam a faltar na minha lista de aventuras:

1. Provar funje (não é assim tão mau, vá! - imaginem que fazem uma massa de pão de milho e em vez de a cozer no forno a cozem em água... voilá! sai uma espécie de puré que cola no tecto e não sabe a nada além do molho que lhe quisermos colocar!)

2. Ficar sem água (ou melhor... é como a cena do balde e da merda - haver água, até há, mas a electrobomba avariou, logo a pressão da rede não é suficiente para fazer a água chegar até nós...)


Desventuras aparte.... isto até tem corrido bastante bem... com algumas boas surpresas pelo meio... mas isso são cenas dos próximos capítulos ;)


(não achavam que iam saber sempre tudinho! fiquem lá com quase tudo que já é bem bom!)

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Feriado...


Isto não é para quem quer!
A data de vinda para Benguela foi mesmo muito bem escolhida... chego aqui num dia ao fim da tarde, e no dia a seguir... é feriado!!! Toca de passar o dia na pastelice, a conhecer um pouco da cidade, em particular da esplanada ao pé da praia... :P
É para quem pode!


Cá está o aeroporto militar de Catumbela... tem estes MIG's que achei deveras interessantes, ou pelo menos o suficiente para arriscar um pouco e tirar uma foto apesar de me terem dito para NÃO tirar fotos em locais/edifícios oficiais... :P

Eu acho que valeu a pena... ainda não levei um tiro...

Esta é a vista da janela do meu quarto actual... :D

O 1º dia de trabalho...

Boas noites! Lá foi o 1º dia de trabalho, correu bem, não se fez nada :P Mas é um pouco seca, porque só temos uma placa para toda a gente e fica complicado comunicar.... depois de um belo dia de feriado, com um belo almoço na pensão contente (garoupa grelhada) e uma tarde passada no 'Porta-aviões', o café com esplanada à beira-mar, o jantar no Tan-tan soube muito bem (comida a kilo)...
Fui pela primeira vez picada por um mosquito esta noite, o que não é de admirar, dado que me tenho esquecido de me besuntar de repelente e já era sorte a mais...
Também já tive oportunidade de abrir a minha 1ª conta bancária em dólares!!! e descobri como mitrar filas no banco, que dá sempre jeito... basta passar toda a gente à frente, mesmo....

Primeira anedota angolana: um Alemão foi para o inferno, e lá o diabo perguntou-lhe para qual das alas do inferno ele preferia ir - o inferno alemão ou o inferno angolano - explicando que no inferno alemão ele teria que comer 3 baldes de merda por dia e no angolano 5 baldes... surpreendentemente, o alemão escolheu o inferno angolano... quando o diabo lhe pediu para explicar porque razão ele escolhia o inferno angolano, diz o alemão: 'eu sei que no inferno alemão só como 3 baldes de merda, mas no inferno angolano, um dia falta a merda, outro dia falta o balde....' parece-me que esta anedota reflecte bem a realidade angolana... (não temos luz... :))

Há também um sem número de expressões a adicionar ao léxico, como por exemplo:
- ainda (que significa não!)
- tamos juntos (tá-se bem)
- engajamento (integração no espírito angolano)
- fixi (fixe com pronúncia angolana :P)
- mambo (uma coisa qualquer, cena)
- coiso (idem, mas estão MESMO sempre a dizer coiso!!!)
- ya (no comments)
- ginguba (amendoins)
- cuca (a mesma coisa que em Portugal, mas aqui é mesmo uma marca de cerveja!)
- pula do car$%&$&% (somos nós!)
- moça (sou eu)
- tia (também sou eu)
- iáce (hiace em angolano)
- semáforo (polícia sinaleiro)
..... e muitas outras pérolas visuais impossíveis de descrever mas verdadeiramente hilariantes... basicamente, quando estiver deprimida, basta sair à rua e é sempre a rir!!!
Para já é tudo... não percam as cenas dos próximos episódios.... Beijocas!
[eu sei que sou uma ignorante informática, mas ontem toda pimpona lá criei um fotolog, demorei p'rai 5 horas com esta net ultra-rápida para chegar à conclusão que num fotolog (versão de pobre) só se pode postar uma foto por dia... dado que já tenho aí umas 500, daqui a um ano e meio poderão vê-las :P depois lá tentei pô-las no talho (vulgo i cinco) mas só dava erro e fotos....... á-indá!!! (estou quase engajada!)]

A chegada...


Cá estou eu em Benguela!!! 3 aviões e quase 24 horas depois da partida...

Por incrível que pareça, Luanda não me chocou nada... é verdade que é desorganizada, o trânsito é um caos, e que abundam coisas parecidas com bairros de lata, prédios degradados e tal... mas até correu bem! Eu sabia que esta carinha de anja ainda me iria servir de alguma coisa e... não é que serviu mesmo??? Estava eu sozinhita à chegada do aeroporto, no fim de uma fila enorme só de homens, quando um segurança chama: "Senhora, senhora!" - e encaminha-me para a fila prioritária!!! (aquela dos adultos acompanhantes de crianças e grávidas e deficientes.... agora que penso melhor nisso, não me sinto muito lisonjeada :S) Whatever... o que interessa é que assim sendo, saí numa boa e já estavam à minha espera... só uns tipos a pedir é que tentaram convencer-me a dar-lhes o meu relógio (:O) mas quando eu disse que não, desampararam logo a loja!

Portantos... da viagem Lisboa-Luanda, a coisa mais chocante que recordo é o facto de me terem servido ao pequeno-almoço uma sandes de mousse de beringela com compota de cebola... isso mesmo, leram bem: mousse de beringela com compota de cebola!!!!! está tudo DOIDO???? isso é lá coisa que se coma? mousse de beringela??? com compota de cebola??? quem se lembou de fazer estas duas cenas??? e melhor: quem se lembrou de as por juntas????

Anyway, lá cheguei e segui para as instalações da empresa em Luanda e lá estive em reunião até às 11h e qualquer coisa até fazer uma pausa para comer (sim, para aqueles que estiverem curiosos... eu tentei comer a maldita sandwich... e era horrível... por isso tive que deixar para aí metade e ficar esfomeada até depois das 11h...)

Como em Angola tem que se comparecer 2 horas antes no aeroporto para qualquer voo, incluindo os domésticos... antes das 12h já estava a sair para a ligação a Benguela... que era só às 14h30!!!! SECA BRUTAL!!!!! Mas depois até correu bem... apesar de ser a Sonair, acho que o avião não deitava fumo (hihihi) até porque era um Boeing 737 acabadinho de adquirir e o mais confortável dos 3 que experimentei nas últimas 24 horas!!!

Lá aterrámos em Catumbela, num aeroporto militar, e viemos de carro até Benguela - outro nível, de facto - muito mais bonita, vê-se montes de palmeiras e outras árvores altas (que como é óbvio eu não sei quais são, dado que eu não reconheço sequer um pinheiro :P como bem sabe quem foi comigo ao Andanças).... esta zona é toda lindíssima (Benguela, Lobito, Lubango, ...) - vê-se muito verde a fazer fronteira com um mar azul lindoooooo!!!!
Já me disseram que aqui é relaxadíssimo e posso sair sozinha e ir para a praia e tudo e tudo e tudo!!!

E pronto, é tudo por agora! Portem-se bem e até breve! :P


(sim, ainda estou em negação... não, nunca cheguei a ficar nervosa, e sim... estou a ficar com medo de mim mesma quando finalmente tomar consciência que estou MESMO aqui, e que não vou estar convosco já no próximo fds, nem na próxima semana, nem na seguinte, and soi on and soi on....)